Bombardeios no norte da Síria matam quatro civis da mesma família

Cairo, 2 abr (EFE).- Pelo menos quatro civis -entre eles três menores de idade de uma mesma família-, morreram e vários ficaram feridos neste domingo por bombardeios de aviões não-identificados na província noroeste síria de Aleppo, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Os aparatos tiveram como alvo a zona de Rif al Mohandesin, cerca de 19 quilômetros ao sudoeste da cidade de Aleppo, a maior do norte do país árabe, apontou a ONG.

Por outro lado, um homem morreu e várias pessoas ficaram feridas, entre elas mulheres e menores, pelo impacto de projéteis de artilharia das forças governamentais contra a cidade de Saqba, situada na região de Ghouta Oriental, o principal reduto opositor dos arredores de Damasco.

Ataques similares também ocorreram nas localidades de Utaya e Hosh al Salhiya, na área de Al March, localizada também em Ghouta Oriental, sem que haja informações de vítimas.

Síria é há seis anos palco de um conflito que deixou mais de 321 mil mortos, segundo a apuração do Observatório. EFE