Ouvidoria cria conselho para combater racismo na polícia de São Paulo

A Ouvidoria das Polícias do Estado de São Paulo criou um conselho consultivo para combater o racismo na atuação dos policiais. O grupo, com mandato de dois anos, é composto por dez pessoas com perfis alinhados à defesa dos direitos humanos e práticas antirracistas. Os nomes foram escolhidos pelo atual ouvidor, o advogado Elizeu Soares Lopes, que também será o presidente da comissão. Confira a entrevista.