Páscoa solidária: morador de São Cristóvão arrecada chocolates para crianças carentes

Diego Amorim
Bruno, ao centro, com amigos da campanha social

Para o empresário Bruno Koki, de 32 anos, sempre é tempo de exercer a solidariedade. Conhecido no bairro de São Cristóvão, Zona Norte, por promover campanhas sociais, ele não mede esforços na hora de olhar para o outro com mais generosidade. Há pouco menos de um mês para a chegada da Páscoa, Bruno organiza uma campanha para arrecadar bombons e doá-los a crianças carentes de comunidades da região.

— Levamos um pouco de alegria para os pequenos dos morros da Mangueira, Tuiuti, Barreira do Vasco e Arará. A nossa meta são 2 mil caixas de bombons. Já conseguimos um pouco mais de 550, falta bastante. Quem quiser colaborar, mesmo que seja com apenas uma caixinha, nós buscamos na sua casa — afirma Bruno, que disponiblizou o seu WhatsApp (96403-3230) para quem quiser doar chocolates.

A ação faz parte do projeto "Eu amo São Cristóvão", que realiza outras campanhas durante o ano, como festas de Dia das Crianças, Natal Solidário e doação de quentinhas a moradores em situação de rua. A festa das crianças, em outubro, por exemplo, conta sempre com a distribuição de mais de 3 mil brinquedos, atrações, lazer e lanches.

— São cinco anos de projeto. Sou nascido e criado no bairro e vi a necessidade de criar uma festa dessa, diante da observação de que não tinha nada parecido. Conto sempre com a ajuda dos moradores, dos comerciantes para comprar e arrecadar as doações.

A entrega será no domingo de Páscoa, dia 12 de abril. Por enquanto, os bombons estão armazenados na casa dos colaboradores do projeto.

— O total de caixas que forem arrecadadas serão divividas para cada uma das quatro comunidades. Vamos marcar o horário da entrega e ir.

Pai de uma menina de 6 anos, Bruno sonha criar um projeto social.

— Não tem valor que pague proporcionar essa alegria e poder fazer o bem para famílias carentes da região, do bairro onde eu nasci e fui criado. O meu maior sonho é fazer um centro social no meu bairro com dentista, atendimento médico, aulas, esporte... e tudo gratuitamente para os moradores. Ainda vou realizar o meu sonho, se Deus quiser.