S&P 500 prestes a recuperar US$1 tri com queda nas mortes por coronavírus

Por Uday Sampath Kumar e Shreyashi Sanyal
.

Por Uday Sampath Kumar e Shreyashi Sanyal

(Reuters) - O S&P 500 estava a caminho de recuperar cerca de 1 trilhão de dólares em valor de mercado nesta segunda-feira em um rali frenético após Nova York, o maior foco de coronavírus dos Estados Unidos, reportar uma queda nas mortes diárias, alimentando esperanças de que a pandemia poderá se estabilizar em breve.

Todos os três principais índices de ações saltavam mais de 4%, com ganhos liderados por serviços de utilidade pública, imobiliário e bens de consumo essenciais --amplamente considerados as apostas mais seguras em momentos de extrema volatilidade.

O índice bancário S&P 500 subia 7,3% em seu melhor dia em mais de uma semana, com o Bank of America (BofA), Citigroup, Wells Fargo e JP Morgan avançando entre 5% e 8%, acompanhando os yields do Treasury.

"Ver sinais de estabilização na cidade de Nova York é provavelmente a coisa mais importante, dada a quantidade de capital controlada por meio de gestores que moram na área", disse Thomas Hayes, administrador da Great Hill Capital LLC em Nova York.

"É um tremendo alívio para o mercado, mas não é para dizer que já estamos a salvo, porque teremos uma ou duas semanas difíceis pela frente."

Às 12:37 (horário de Brasília), o índice Dow Jones subia 4,78%, a 22.059 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 4,60129%, a 2.603 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançava 4,67%, a 7.717 pontos.


(Reportagem de Uday Sampath, Shreyashi Sanyal e Medha Singh)