Países árabes pedem solução de dois Estados no conflito Israel-Palestina

·1 minuto de leitura
Imagem fornecida pela Liga Árabe mostra reunião para discutir a causa palestina

Os ministros árabes das Relações Exteriores reiteraram nesta segunda-feira (8) seu apoio à solução com dois Estados, israelense e palestino, em uma reunião de emergência no Cairo para apoiar a causa palestina.

Em um texto conjunto, os ministros dos países da Liga Árabe destacaram "a adesão dos países árabes à solução com dois Estados, que incorpora o Estado palestino independente (...) e o princípio da terra em troca da paz".

Destacaram também "a rejeição dos árabes a qualquer projeto ou medida unilateral israelense que viole os direitos do povo palestino, viole o direito internacional e afete a solução com dois Estados, para a qual não há alternativa".

Os responsáveis políticos árabes também reiteraram seu apoio a favor "dos direitos legítimos e inalienáveis do povo palestino, entre os quais estão primeiro o direito à autodeterminação, o direito ao retorno e o estabelecimento de um Estado independente e plenamente soberano".

As negociações de paz entre Israel e os palestinos estão bloqueadas desde de 2014.

Esta reunião de emergência ocorreu após vários anúncios, desde agosto, de acordos de normalização das relações entre países árabes e Israel.

Emirados Árabes Unidos, Bahrein, Sudão e Marrocos normalizaram suas relações sob o impulso do governo americano do ex-presidente Donald Trump.

str-bam-bur/emp/hj/eg/mb/aa