27 países da União Europeia vão começar vacinação no mesmo dia, diz líder do bloco

·1 minuto de leitura
"Compramos doses mais que suficientes para todos na Europa", afirmou Ursula von der Leyen
"Compramos doses mais que suficientes para todos na Europa", afirmou Ursula von der Leyen

Os 27 países da União Europeia (UE) iniciarão no mesmo dia as campanhas de vacinação contra a covid-19, em sinal de unidade, afirmou nesta quarta-feira a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen.

"Começaremos assim que possível a vacinação, todos juntos, os 27, no mesmo dia, da mesma maneira que enfrentamos esta pandemia", disse a alemã em um discurso no Parlamento Europeu.

Leia também

“Para controlar a pandemia, precisaremos vacinar até 70% da população. Esta é uma tarefa enorme", destacou.

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA), órgão regulador da UE, antecipou para a próxima segunda-feira a reunião que avaliará a aprovação da vacina desenvolvida pelos laboratórios Pfizer e BioNTech.

Paralelamente, Reino Unido e Estados Unidos já começaram a vacinar, uma situação que provocou a impaciência de países como a Alemanha, que deseja iniciar a sua campanha antes do Natal.

As normas europeias permitem que os países adotem individualmente decisões sobre o início de campanhas de vacinação, mas a UE prefere uma ação unificada para evitar que algumas regiões fiquem atrasadas.

Von der Leyen recordou ainda que a vacina da Pfizer/BioNTech é apenas uma das seis que a UE têm reservadas, depois que o bloco assinou grandes contratos de compra antecipada com vários laboratórios.

"No total, compramos doses mais que suficientes para todos na Europa. E poderemos apoiar nossos vizinhos e aliados em todo o mundo", disse Von der Leyen.

A cooperação pode acontecer por meio do programa COVAX, coordenado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), justamente para que vacinas consideradas eficazes e seguras estejam disponíveis para todos os países e não apenas para os mais ricos.