Pabllo Vittar chora ao relembrar agressão no passado: 'Me bateram na escola'

Cantora desabafa sobre dificuldades que enfrentou na adolescência (Reprodução/TV Globo)

A cantora Pabllo Vittar, 23, participou neste final de semana do programa “Altas Horas”, exibido pela TV Globo. Na atração, a drag queen voltou no tempo e relembrou do bullying que enfrentou na fase escolar.

Sem conseguir conter as lágrimas, a famosa chorou ao falar sobre o seu passado. “Na escola foi um período muito difícil para mim. Eu tinha dez anos na 5ª série, uma criança gordinha, afeminada do cabelo grande. Eu fui escola nesse primeiro dia muito contente. Troquei de escola e achei que ia fazer um monte de amigos novos. No primeiro dia me bateram e foi horroroso porque eu não tinha a quem recorrer. Tinha minhas irmãs, que estudavam comigo, e os professores não faziam nada”, relatou ela.

Leia mais:
Thalita Carauta, da novela ‘Segundo Sol’, se assume gay e recebe apoio dos fãs
Sasha Meneghel sobre beleza e boa forma: ‘Virei vegana’

Por contas das agressões físicas e psicológicas, Pabllo tentou abandonar os estudos mas foi impedida pela mãe. “Eu lembro de ter chegado em casa falando para minha mãe que não queria ir mais para à escola. Minha mãe falou: ‘você vai sim, sua vida inteira vai ser desse jeito, se você se esconder vai ser pior'”, disse ela que sempre contou com o apoio da família. “Eu tenho muito orgulho de ter nascido na família da Dona Verônica Rodrigues, minha mãe, que sempre me aceitou e me amou”, declarou.