Pabllo Vittar e Martinho da Vila: Janja anuncia artistas que vão se apresentar na posse; veja quem são

A futura primeira-dama do Brasil, Janja da Silva, anunciou nesta quarta-feira os artistas que irão se apresentar na posse do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), no dia 1º de janeiro de 2023.

Veja também: Janja vai ao Itamaraty, que envia convites e espera posse com recorde de autoridades estrangeiras

A esposa de Lula ficou responsável pela organização da cerimônia. De acordo com Janja, mais de 20 atrações já estão confirmadas no evento em Brasília.

Estarão presentes Pablo Vittar, BaianaSystem, Duda Beat, Gabi Amarantos, Martinho da Vila, Os Gilsons, Chico César, Luedji Luna, Teresa Cristina, Fernanda Takai, Johnny Hooker, Marcelo Jeneci, Odair José, Otto, Tulipa Ruiz, Maria Rita, Valeska Popuzuda.

PSB: Carta com indicação de Márcio França ao Ministério das Cidades gera mal-estar no partido de Alckmin

Entenda: PT não se opõe a orçamento secreto em votação de comissão no Congresso

— Eu pessoalmente fiz convite ao Gil, ao Caetano Veloso, a Ludmila e ao Emicida. Com certeza vão confirmar — disse. — Artistas que tiveram conosco na nossa caminhada, que nos acompanharam durante a campanha, participaram do segundo turno.

A futura primeira-dama disse ainda que os shows terão início assim que for encerrada a cerimônia oficial no Palácio do Planalto. A ideia, segundo ela, é fazer desde início da manhã algumas atividades culturais.

— À tarde, paramos pra posse institucional e voltamos com palco às 18h30 — disse.

Malu Gaspar: O que Bolsonaro deve falar para os manifestantes que estão nas portas dos quartéis

'Omisso' e 'traidor da pátria': Arthur Lira é hostilizado ao chegar no jantar do PL; veja vídeo

Serão dois palcos. Os nomes dos palcos homenagearão duas cantoras que morreram recentemente: Gal Costa e Elza Soares.

Em entrevista no Centro Cultural Banco do Brasil, sede do governo de transição, Janja disse ainda que a cerimônia oficial seguirá o roteiro institucional, com "pequenas e poucas alterações" em relação ao que tradicionalmente ocorre.

Questionada se há preocupação com a segurança de Lula e demais autoridades, ela disse que existe preocupação em todos os eventos com o presidente eleito e afirmou que está sendo elaborado um esquema de segurança com a participação de agentes da Polícia Federal e das Forças Armadas.

Janja não respondeu como deve ser a entrega da faixa presidencial, diante das especulações de que o presidente Jair Bolsonaro poderia não entregá-la a Lula.