Pablo Marçal diz que será o próximo presidente e que PT teme sua candidatura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O coach Pablo Marçal prometeu reagir à decisão do Pros de anular sua candidatura a presidente e aliar o partido a Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

"Minha candidatura está validada no TSE [Tribunal Superior Eleitoral], houve uma convenção. Eu sou o próximo presidente do Brasil, e só posso atribuir essa situação a um medo do PT com meu crescimento nas pesquisas", afirmou à coluna Painel, da Folha de S.Paulo.

Marçal deixou implícita a possibilidade de ir à Justiça para garantir sua candidatura. "Sou jurista de formação e nunca precisei ir à Justiça contra ninguém. Espero não precisar dessa vez", afirmou.

A candidatura de Marçal foi rifada após uma mudança no comando do partido, determinada pela Justiça nesta semana. O novo presidente, Eurípedes Jr., aliou a legenda Lula.

O coach, que não tem experiência política prévia, afirma que está seguro de que a situação vai se resolver. "Meu sentimento neste momento é de turbulência, mas isso vai passar", diz.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos