Pacheco aceita convite de Alexandre de Moraes e vai acompanhar apuração no TSE

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), aceitou o convite do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre Moraes, e vai acompanhar a apuração com o magistrado na sede da Corte, em Brasília. Após a divulgação do resultado, o parlamentar fará um pronunciamento no Senado.

Pacheco foi para Belo Horizonte, capital mineira, para votar e voltará para Brasília por volta das 15 horas. No fim da tarde, seguirá para o TSE.

Alexandre de Moraes convidou tanto Pacheco quanto o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), para acompanharem a apuração no tribunal. O deputado, no entanto, recusou o convite e permanecerá em sua residência oficial, também em Brasília, ao lado de líderes partidários.

O presidente da Câmara anunciou, ao longo da campanha, seu voto no atual presidente Jair Bolsonaro (PL), que tenta sua reeleição. Já Pacheco preferiu adotar publicamente uma postura neutra, embora interlocutores afirmem que ele tem apoiado o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nos bastidores.