Pacheco e Lira defendem harmonia entre os Poderes após recuo de Bolsonaro

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

BRASÍLIA — Os presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), reagiram com cautela ao pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro em que ele afirma que não teve intenção de agredir outros Poderes ao participar de atos antidemocráticos contra o Supremo Tribunal Federal (STF), no feriado de 7 de setembro. Em resposta, os dois defenderam a harmonia entre as instituições.

Em nota, Rodrigo Pacheco disse que a nova posição de Bolsonaro está alinhada ao que a maioria da população deseja e ressaltou que o Brasil precisa da obediência à Constituição.

"A declaração à nação do presidente Jair Bolsonaro, afirmando inclusive que a 'harmonia entre os Poderes é uma determinação constitucional que todos, sem exceção, devem respeitar', vai ao encontro do que a maioria dos brasileiros espera", escreveu Pacheco, em suas redes sociais.

"Respeito entre os Poderes, obediência à Constituição e compromisso de trabalho árduo em favor do desenvolvimento do país. É disso que o Brasil precisa e que vamos continuar defendendo", acrescentou o presidente do Senado.

Já Arthur Lira, que é aliado de Bolsonaro, disse que o presidente "serena os ânimos" com a declaração e afirmou esperar que essa seja uma oportunidade de recomeço na relação entre as instituições.

— De uma certa forma, eu não sei o que levou cada um às ruas, mas o presidente acertadamente serena os ânimos, recomeça o movimento em direção aos poderes porque o país é maior que qualquer uma instituição - declarou Lira ao apresentador José Luiz Datena — Não é momento para desarranjos institucionais e briga entre poderes.

O presidente da Câmara também elogiou a participação do ex-presidente Michel Temer no recuo de Bolsonaro:

— Louvar a participação do presidente Temer. Se ele providenciou essa aproximação é ato de grandeza do presidente Temer, de grandeza do presidente Bolsonaro. E espero que esse assunto seja oportunidade de recomeço.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos