Paciente com câncer que reclamava de abandono após incêndio em hospital consegue atendimento em outra unidade

André Coelho
·1 minuto de leitura
Foto: Arquivo pessoal
Foto: Arquivo pessoal

O aposentado Marcus Aurélio Rodrigues, de 61 anos, que deixou o Hospital Federal de Bonsucesso durante o incêndio ocorrido há duas semanas, foi atendido nesta quarta-feira no Hospital Federal dos Servidores, no Centro do Rio. Após criticar o 'abandono' depois de ter recebido alta às pressas no dia do incêncio e reclamar da falta de conclusão de uma consulta feita no Hospital de Bonsucesso na terça-feira (10), ele se diz aliviado pelo atendimento que recebeu.

— Fui muito bem atendido, já me passaram remédios. O médico verificou toda a documentação, os exames, e meu caso realmente será cirúrgico. A operação deve acontecer em no máximo duas semanas — conta.

Marcus estava internado no Hospital de Bonsucesso desde o dia 20 de outubro. Apenas um dia depois de realizar uma biópsia de um câncer no intestino, parte do procedimento para avaliar a necessidade de uma cirurgia, foi surpreendido pelo incêndio que atingiu a unidade no dia 27 de outubro, e precisou se arrastar às pressas para fora do prédio. Já no pátio externo, ainda sentindo muitas dores, Marcus conta que recebeu um documento de alta hospitalar sem ter sido examinado e retornou para casa, em São Gonçalo.

— O hospital estava fazendo todos os procedimentos corretamente, mas, depois que pegou fogo, ninguém falou mais nada, ninguém procurou saber. Eu vim para casa sem prescrição de medicamento, sem nada, sentindo muitas dores. Estou com quase todos os exames prontos, mas já se passaram vários dias — relatou.

O aposentado conta que fez uma ressonância, exame que faltava para a avaliação da cirurgia, em uma unidade particular, quando ficou sem atendimento na rede federal.