“Pacto Brutal”: Tarcísio Meira ficou indignado com retomada de novela

undefined

Tarcísio Meira foi contra a continuação da novela que Daniela era protagonista quando foi assassinada (foto: Divulgação / Globo)
Tarcísio Meira foi contra a continuação da novela que Daniela era protagonista quando foi assassinada (foto: Divulgação / Globo)

Resumo da Notícia:

  • "Pacto Brutal" tem empolgado o público nacional

  • A série documental conta a história do assassinato de Daniela Perez

  • Ela foi morta pelo namorado e parceiro de cena na novela "De Corpo e Alma", da Globo

O caso do assassinato de Daniela Perez continua gerando interesse após a divulgação da série “Pacto Brutal”, da HBO Max, e nesta terça-feira (9) uma ex-funcionária da TV Globo que trabalhou com a atriz em “De Corpo e Alma” revelou detalhes dos bastidores da novela.

Daniela tinha um papel de destaque na trama, que foi ao ar em 1992, e durante uma entrevista ao canal Investigação Criminal, no Youtube, Carla Albuquerque contou qual foi a reação do finado ator Tarcísio Meira (1935 – 2021) sobre a decisão da direção da emissora em retomar a obra.

O então marido de Gloria Meneses demonstrou estar “muito irritado" com a escolha e não escondeu de ninguém internamente. “Nunca vou esquecer. Ele era muito sério, era um ator muito interessante, correto, nunca reclamava. Um dia, ele falou: 'Não entendo como ainda estamos aqui gravando essa novela'”, afirmou.

Carla ainda explicou que a produção da trama entrou em um estado de inércia e apenas seguiu as ordens que eram dadas, mas ele notou algo a mais. “Quando vem de um ator mais velho é uma coisa que faz até a gente acordar. Mas não tínhamos escolhas, tivemos que continuar”, completou.