Padrasto que estuprou enteada na frente do irmão e gravou crime é preso em Maricá

Um homem foi preso em flagrante nesta terça-feria acusado de estuprar a enteada, uma menina de 11 anos na frente do irmão, de 9 anos, no bairro Itaipuaçu, em Maricá, na região metropolitana do Rio. O crime foi gravado pelo suspeito e teria ocorrido em dezembro do ano passado. O estupro foi denunciado à polícia pela companheira do acusado e mãe da vítima e está sendo investigado pela 82ª DP (Maricá).

Segundo o delegado responsável pelas investigações Rafael Barcia, o padastro teria pedido para a companheira trocar a foto de perfil de uma rede social, deixando o celular com ela. Ao abrir a galeria de fotos, a mulher se deparou com um vídeo de teor pornográfico que chamou sua atenção. Ao clicar, ela descobriu que se tratava de uma gravaçao em que a filha era obrigada a colocar a mão nas partes íntimas do companheiro, enquanto o irmão mais novo assistia ao crime no banco de trás do veículo. A mãe da criança foi imediatamente a delegacia registrar ocorrência.

— Nós o prendemos em flagrante ontem pelo crime do 241B do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que é você guardar armazenar vídeo envolvendo sexo com menor de idade. E pedi a prisão temporária dele — afirmou o delegado.

O acusado vai responder pelos crimes de estupro de vunerável e também por prática de ato sexual na frente de menor. Se condenado, ele pode pegar pena de 8 a 14 anos de prisão.