Padre católico morre queimado e outro é baleado no norte da Nigéria

(Reuters) - Homens armados queimaram um padre católico até a morte e balearam e feriram um colega dele na região noroeste da Nigéria neste domingo, segundo a polícia, na onda de violência mais recente e preocupante a respeito da segurança das eleições no mês que vem.

Os nigerianos elegerão um novo presidente no dia 25 de fevereiro, mas sequestros pedindo resgate e assassinatos por gangues armadas no norte do país suscitaram temores de que as eleições podem não ser realizadas em algumas áreas.

O motivo do último ataque não ficou claro, mas homens armados já haviam alvejado padres no norte nigeriano, que é predominantemente muçulmano.

Wasiu Abiodun, porta-voz da polícia no estado do Níger, disse em comunicado que homens armados incendiaram a residência do padre Isaac Achi, da Igreja Católica de São Pedro e São Paulo, em uma área do governo local de Paikoro, depois de não conseguirem entrar por volta das 3h.

Achi foi queimado até a morte enquanto outro padre identificado como padre Collins, que estava na casa, foi baleado e ferido enquanto tentava escapar.

Ele se recupera em um hospital local, disse Abiodun.