Padres jesuítas são assassinados quando tentavam proteger homem perseguido por cartel no México

Os padres jesuítas Javier Campos Morales, de 78 anos, e Joaquín Mora, de 80, foram assassinados nesta segunda-feira dentro da igreja da comunidade Cerocahui, em Chihuahua, no México. Os sacerdotes foram baleados quando tentavam proteger o guia turístico Pedro Palma, de 60 anos, que era perseguido por homens armados e também morreu.

Veja fotos: Como era por dentro do restaurante flutuante de Hong Kong que afundou na China

Vídeo: Polícia chinesa resgata 386 cães que seriam levados para festival de carne de cachorro

Após o crime, os corpos das três vítimas foram colocados em um caminhão e permanecem desaparecidos. Uma testemunha sobrevivente disse às autoridades locais que Morales e Mora ainda fizeram apelos para que os criminosos não atirassem.

O principal suspeito do crime é José Noriel Portillo, conhecido como El Chueco. O criminoso lidera um grupo armado ligado ao cartel de Sinaloa, de acordo com a imprensa local.

O assassinato dos padre causou reação da Igreja Católica. Os Jesuítas do México publicaram uma mensagem para condenar os assassinatos.

"Condenamos esses fatos violentos, exigimos justiça e a recuperação dos corpos de nossos irmãos que foram subtraídos do templo por pessoas armadas", diz o comunicado.

Negligência: Menino de cinco anos morre ao ser deixado por mãe no carro em dia com 38,3°C de temperatura nos EUA

A Arquidiocese Primada do México também se manifestou: pedimos o fim da violência", afirmou a entidade.

O padre Arturo Sosa, da Companhia de Jesus, afirmou estar chocado com a notícia da morte dos dois padres.

"Meus pensamentos e orações estão com os jesuítas no México e suas famílias. Temos que parar a violência em nosso mundo e tanto sofrimento desnecessário", disse Sosa.

O presidente mexicano Andrés Manuel López Obrador comentou o caso em entrevista coletiva nesta terça-feira. O mandatário afirmou que as autoridades têm informações sobre possíveis suspeitos dos assassinatos e admitiu que a área tem uma forte presença do crime organizado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos