Paes anuncia que liberação dos estádios será revogada por ser medida 'quase impossível de ser fiscalizada'

Extra
·1 minuto de leitura
Foto: Marcelo Theobald / Agência O Globo / 04-10-2020

Depois de decreto liberar os estádios Maracanã, São Januário e Nilton Santos para voltar a receber partidas de futebol com público, com restrições, ainda durante a pandemia do Covid, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, publicou uma postagem em seus perfis em redes sociais dizendo que a medida será revogada.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

"A decisão de liberar os estádios com uma ocupação mínima de 1/10 está correta tecnicamente de acordo com nossa secretaria de saúde. No entanto, obviamente trata-se de medida quase impossível de ser ficalizada. A medida será revogada", diz o texto de Paes.

Leia também:

A volta dos torcedores não seria integral, mas sim com restrições e atendendo a determinados critérios especificados anteriormente. Ou seja, caso a região onde se encontrava o estádio estivesse designada como "risco moderado", a capacidade seria de 20%. Se fosse "alto", seria de 10%, enquanto "muito alto" seguiria sem público.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos