Paes diz que, após idosos, vacinação no Rio pode incluir professores e agentes de segurança

O Globo
·1 minuto de leitura

RIO — O prefeito do Rio, Eduardo Paes, afirmou que há a possibilidade de ampliar para professores e agentes de segurança a vacinação sem seguir a faixa etária, depois que os idosos acima de 60 anos forem imunizados. Em entrevista ao "Bom Dia Rio", ele explicou que isso será possível em alguns setores essenciais, como educação e segurança.

— Temos que olhar pessoas com comorbidades, de determinadas atividades profissionais, o próprio pessoal da saúde, a gente vai dar uma ampliada agora. A Secretaria de Saúde deve anunciar isso, passar para a faixa etária mais baixa. Professores são fundamentais, para gente dar tranquilidade para a volta às aulas, agentes de segurança, agentes de empresa pública. É um conjunto de atividades profissionais que demandam uma vacinação especial — afirmou Paes.

Também nesta terça, o governador em exercício, Cláudio Castro, usou o seu perfil no Twitter para informar que agentes da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal serão imunizados contra o novo coronavírus.