Paes diz que a cidade do Rio pode flexibilizar medidas restritivas a partir do dia 5 de abril

O Globo
·1 minuto de leitura

RIO — O prefeito Eduardo Paes afirmou que o objetivo é voltar a flexibilizar as restrições impostas à população da cdade do Rio de Janeiro a partir de segunda-feira, dia 5 de abril, um dia após terminar o recesso forçado de dez dias. Em entrevista ao "Bom Dia, Rio", da TV Globo, Paes informou que as novas medidas serão anunciadas nesta sexta-feira, dia 2 de abril, quando será divulgado o boletim epidemiológico semanal sobre o avanço da Covid-19 na capital fluminense. O prefeito explicou que tudo será discutido com o Comitê Científico do município e que a decisão de quais medidas serão flexibilizadas será tomada em conjunto.

"Nosso objetivo é voltar a flexibilizar na segunda-feira (dia 5). A gente sabe que a cidade precisa funcionar, que a gente precisa de escola, o comércio precisa funcionar, as pessoas precisam ter o seu sustento. Quando a gente pede esse esforço, um esforço programado de dez dias, é porque a gente busca fazer algo que impacte menos na vida das pessoas. óbvio que, por um tempo, nós sempre vamos ter restrições, não tem outro jeito. Mas à medida que vai passando, que vai diminuindo as internações, a gente consegue diminuir o número de restrições", disse o prefeito, que complementou:

"A gente faz o boletim semanal toda sexta-feira. Deve ser informando o que acontece depois (do fim do período de dez dias). Trabalhamos para ter o tempo todo um período de recesso forçado de dez dias. Esse não é um período epidemiológico perfeito, mas é um bom período. Vamos discutir com o Comitê Científico medidas e começar a flexibilizar isso".