Paes e Doria assinam termo de cooperação para a aquisição da Coronavac

·1 minuto de leitura

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O prefeito eleito do Rio, Eduardo Paes (DEM), e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), assinaram um termo de cooperação para a aquisição da vacina Coronavac. Os dois se reuniram na noite deste sábado (19), no Rio de Janeiro. "Entendemos que o ideal é que tenhamos um plano nacional de imunização -aquilo que pretendemos seguir- mas estamos preparando nossa rede de saúde para que ela possa atender os cariocas com a maior brevidade possível e sem riscos", disse Paes pelo Twitter. Segundo Paes, também estão sendo feitas consultas a diferentes laboratórios. O Instituto Butantan é o responsável pela produção nacional da vacina Coronavac, em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac. Ainda não há informações sobre o número total de vacinas que será adquirido, mas o prefeito eleito do Rio diz acreditar que a imunização deva começar no fim do mês de janeiro. "[Será feita] por grupos, com tranquilidade, com serenidade. Até lá, é respeitar as regras: enfim, algum isolamento, máscaras, as pessoas mais velhas em casa", afirmou Paes. Ele informou que o plano detalhado de enfrentamento contra a Covid-19 será divulgado no dia 28 de janeiro.