Paes faz mudanças na prefeitura para abrir espaço para o PT no governo e começa trocas em secretarias

O prefeito Eduardo Paes iniciou nesta quarta-feira um troca-troca com nomes técnicos e políticos no alto escalão do município do Rio. Um dos objetivos é abrir espaço para o PT, que deve indicar três nomes. Mas amanhã ainda haverá uma reunião com a cúpula do partido no Rio para fechar a aliança, já em movimentações para 2024. Paes deve ser candidato à reeleição, e o PT pode indicar o vice.

Transporte por app: Plataforma da 99 segue os passos da Uber e começa a cadastrar motociclistas para transportar passageiros

Preservação ambiental: Cristo Redentor lança plataforma para receber denúncias de crimes ambientais na Baía

Confira mudanças no secretariado

Marco Aurélio Regalo de Oliveira: assume a Secretaria municipal de Conservação em lugar de Anna Lauro Secco, em decisão considerada técnica.

Daniela Maia: ex-presidente da Riotur e filha do ex-prefeito Cesar Maia, foi nomeada secretária municipal de Turismo. Ela foi candidata a deputada federal pelo PSDB, mas não conseguiu se eleger.

Eduardo Cavalière: foi deslocado da Secretaria municipal de Meio Ambiente para comandar a Casa Civil. Deputado estadual eleito pelo PSD, vai assumir o mandato e em seguida licenciar-se para continuar na prefeitura.

Tainá de Paula (PT): a vereadora é a mais cotada para assumir a Secretaria municipal de Meio Ambiente na aliança com o partido no Rio.

Adilson Pires (PT): o ex-vice prefeito e ex-vereador deve assumir a Secretaria municipal de Assistência Social.

Diego Zeidan (PT): filho do presidente regional do PT, Washington Quaqua, e da deputada estadual Zeidan é cotado para a nova Secretaria de Economia Solidária. Atualmente é vice-prefeito de Maricá.

Entre Leblon e Ipanema: Licitação de parceria público-privada para recuperar Jardim de Alah será em março