Pai acusa clube inglês de cobrança para menina jogar na base

Time feminino do Leicester foi criado em 2020 e já conseguiu acesso à divisão principal. Foto: Plumb Images/Getty Images
Time feminino do Leicester foi criado em 2020 e já conseguiu acesso à divisão principal. Foto: Plumb Images/Getty Images

Um pai revelou ao repórter Steve Robson do portal britânico inews.co.uk que se sentiu “desanimado” depois que sua filha de nove anos recebeu uma cobrança de £ 300 (cerca de 1890 reais) para jogar na Academia do Leicester City FC, onde os meninos treinam gratuitamente.

A vitória da Inglaterra na Euro provocou um enorme aumento no interesse pelo futebol feminino, com muitos clubes de base em todo o país agora procurando criar novas equipes femininas.

Leia também:

Também existem crescentes pedidos para que as meninas tenham acesso igual ao futebol nas aulas de educação física depois da descoberta que o Departamento de Educação estava se recusando a garantir que elas pudessem jogar na escola.

O comentarista da BBC e torcedor do Leicester City, Gary Lineker, também compartilhou a história e twittou: “Isso sempre acontece, mas raramente eles pularam de um movimento de futebol tão rapidamente”.

Enquanto isso, outras barreiras, incluindo custos e viagens de longa distância, também continuam sendo um problema, especialmente para meninas talentosas que podem ser as Leoas do futuro.

Relatos crescentes de que muitas garotas são forçadas a pagar taxas de centenas de libras para jogar no nível de elite, onde os meninos jogam de graça.

A “taxa de inscrição” seria para cobrir os custos de “kit de treinamento, kit de jogo para o dia da partida, uso das instalações de treinamento e jornada do LCWFC Belvoir Drive, taxas de registro de jogadores e taxas de registro na liga”.

A equipe masculina e a Academia do Leicester City se mudaram para um complexo de treinamento de última geração de £ 100 milhões (630 milhões de reais) no final de 2020.

A equipe feminina é uma das mais novas, tendo se tornado profissional apenas em 2020. Logo conseguiu o acesso para a Super Liga Feminina (WSL) e recebeu Belvoir Drive, o antigo campo de treinamento masculino onde o clube ficou por quase 60 anos, como uma casa permanente.

O Leicester City teve um faturamento anual de £ 226 milhões (pouco mais de 1,4 bilhão de reais) no ano passado, um aumento de £ 76 milhões (cerca de 479 milhões de reais) em relação a 2020.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos