Pai da secretária Mayra Pinheiro morre ao sofrer parada cardiorrespiratória

·1 minuto de leitura

A secretária de Gestão do Trabalho e Educação do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro, confirmou nesta terça-feira a morte de seu pai, César Pinheiro. Segundo o portal "G1", o funcionário público aposentado estava internado num hospital particular após uma infecção urinária. Ele morreu ao sofrer parada cardiorrespiratória.

A médica ficou conhecida entre internautas como "capitã cloroquina" por defender o uso do tratamento comprovadamente ineficaz, segundo pesquisas científicas, para Covid-19.

Por meio de suas redes sociais, Pinheiro informou que o sepultamento de seu pai foi marcado para a tarde desta terça-feira no Cemitério São João Batista, em Fortaleza.

"Luto por meu Pai. Que o Senhor Deus nos fortaleça nesse momento de despedida", afirmou ela na postagem.

Ainda de acordo com o "G1", César Pinheiro já havia testado positivo para Covid-19 neste ano e passou quatro meses internado, tendo recebido alta em agosto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos