Pai de 5 filhos lamenta no leito morte: 'Eu devia ter me vacinado contra Covid-19'

·1 minuto de leitura

Um morador de Las Vegas, nos Estados Unidos, e pai de cinco filhos enviou uma mensagem à sua noiva dizendo que ele "deveria ter tomado a vacina" antes de morrer de Covid-19 em uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva) na quinta-feira passada (29). Michael Freedy tinha 39 anos.

“Agora nossos filhos não vão ter um pai. Não posso dizer que sou jovem e que isso não vai me afetar, porque vai”, lamenta a esposa Jessica DuPreez, aos prantos. 

Michael contraiu o vírus após voltar de férias com a família em San Diego, na Califórnia. Inicialmente ele pensou que estava com uma insolação. Porém, duas semanas depois, acabou falecendo.

Depois de procurar um hospital, Michael testou positivo para a doença e estava com os pulmões comprometidos. Poucos dias depois, foi intubado, e não resistiu. Ele deixa a esposa e cinco filhos, o mais velho tem 17 anos e o mais novo é um bebê de um ano. 

“Nós queríamos esperar apenas um ano após o início da vacinação para ver que efeitos tinha sobre as pessoas, mas nunca tivemos a intenção de não tomar a vacina”, relata a esposa. Depois da morte do marido, Jessica e o filho mais velho já se vacinaram. Agora ela apela a todos que se vacinem sem hesitar, para não passar o sofrimento que eles passam.

Nos Estados Unidos a vacinação começou em dezembro. Atualmente, até adolescentes de 12 anos podem ser vacinados. A orientação dos cientistas é de não escolher a vacina, pois todas são seguras e eficazes. As reações variam de organismo para organismo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos