Pai distraído registra duas filhas com o mesmo nome em MG

·1 minuto de leitura
Nina e Mia no colo do pai, Armando Bianchetti
Nina e Mia no colo do pai, Armando Bianchetti
  • Duas irmãs quase ganharam o mesmo nome de batismo durante registro no cartório de Nova Lima (MG)

  • Sem querer, o pai registrou a caçula, Mia, com o nome da primogênita, Nina

  • O cartório conseguiu reverter o erro, e as irmãs mantiveram seus nomes diferentes

Um pai distraído registrou a filha caçula com mesmo nome da primogênita em um cartório de Nova Lima (MG). Por algumas horas, Armando Bianchetti teve duas filhas chamadas Nina Christo Bianchetti.

Em entrevista ao portal G1, o pai afirmou ter cometido um "pequeno" erro na hora de preencher o formulário de registro da bebê recém-nascida, que iria se chamar Mia.

"Em vez de escrever 'Mia Christo Bianchetti', escrevi 'Nina Christo Bianchetti'. Aí quando a moça veio com a certidão, disse: 'Confere pra mim direitinho, Nina Christo Bianchetti'. Aí eu: 'Não! É Mia! Eu escrevi Nina?'", contou Armando.

O erro ocorreu na última quinta-feira (27). O cansaço foi o verdadeiro culpado da confusão, segundo a mãe das meninas, Carol Christo.

"A gente estava há 10 dias sem dormir por causa da recém-nascida e da Nina que ficou doente. Foi o cansaço", contou ela ao portal G1. O casal passou por alguns momento de tensão até resolver o problema.

"Ele me ligou dizendo que tinha feito errado e agora a gente tinha duas ninas (risos). Nossa, eu já estava pesquisando como que ia fazer e vi que é a maior treta para refazer. Ainda bem que ele percebeu lá e cooperaram", disse Carol. O cartório conseguiu reverter a situação, e 'Nina' voltou a ser 'Mia'

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos