Pai é preso suspeito de estuprar filha de 15 anos durante visitas em pousada no CE

Pai é preso suspeito de estuprar filha adolescente; Além dele, mais três funcionários da pousada onde crime estaria ocorrendo foram detidos - Foto: Getty Images
Pai é preso suspeito de estuprar filha adolescente; Além dele, mais três funcionários da pousada onde crime estaria ocorrendo foram detidos - Foto: Getty Images

Um homem foi preso suspeito de estuprar a filha, de 15 anos, durante visitas realizadas em uma pousada no município de Paraipaba, na Região Metropolitana de Fortaleza, no Ceará.

Além do suspeito, outras três pessoas foram detidas durante a ação policial realizada na quarta-feira (23). A mãe da vítima descobriu o caso ao ver anotações da filha em um diário.

As investigações da Polícia Civil, apontam que a aproximação entre o pai e a filha teve início neste ano, após uma ação de alimentos movida pela mãe na Justiça em desfavor do pai.

A adolescente então teve interesse em conhecer o próprio pai e partir daí iniciaram as visitas. O estupro teria ocorrido pela primeira vez no dia 14 de fevereiro e houve continuidade na prática criminosa.

A mãe da vítima, no dia 15 de agosto deste ano, notou um comportamento estranho da filha e descobriu um diário, onde foram relatados os casos. O crime foi denunciado na Delegacia Municipal de Paraipaba, unidade da Polícia Civil responsável pela área, no dia seguinte.

Segundo os registros, o ato criminoso ocorria em uma pousada, que não solicitou os documentos da vítima, o que comprovaria se tratar de uma adolescente.

Diante dos fatos, um mandado de prisão preventiva por estupro e três mandados de prisão preventiva por favorecimento à prostituição foram emitidos pela Comarca de Caucaia.

Além do pai, foram presos a dona da pousada onde ocorriam os crimes e o filho dela, de 41 e 25 anos, respectivamente, e o recepcionista do estabelecimento, de 25 anos.

Ao ser abordado pela equipe policial, nenhum dos suspeitos resistiu à voz de prisão. Eles foram conduzidos a uma unidade prisional, onde se encontram à disposição da Justiça.