Pai de jogador do Genoa é preso após invadir CT da Roma com barra de ferro

·1 minuto de leitura

O pai do atacante Gianluca Scamacca, do Genoa, foi preso nesta terça-feira após invadir o centro de treinamento da Roma, na Trigoria, com uma barra de ferro e destruir veículos. Segundo o jornal italiano "Il Messaggero", os presentes no local viveram momentos de tensão.

Emiliano Scamacca vestia uma camisa do Sassuolo, clube que tem contrato com o filho, atualmente emprestado à equipe de Gênova. Scamacca, de 22 anos, atuou nas categorias de base da Roma entre 2012 e 2015, anos antes de se profissionalizar.

Segundo o espanhol "Mundo Deportivo", cinco carros foram destruídos no ataque do homem, entre eles os dos diretores Tiago Pinto, futebol Maurizio Lombardo e Morgan De Sanctis. Emiliano fazia ameaças aos presentes e tentou destruir veículos dos treinadores das categorias de base, mas foi impedido pela segurança.

Ele teria sido preso quando se dirigia a um campo onde jovens do clube treinavam no momento. A polícia italiana investiga o caso e tenta descobrir a motivação por trás do episódio. O homem não portava documentos quando foi detido.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos