Pai de Tiago Leifert diz que não beneficiou filho na Globo

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Tiago Leifert
    Jornalista e apresentador brasileiro
**ARQUIVO**  SÃO PAULO, SP, 07.04.2015: O ex-apresentador do BBB Tiago Leifert. (Foto: Raquel Cunha/Folhapress)
**ARQUIVO** SÃO PAULO, SP, 07.04.2015: O ex-apresentador do BBB Tiago Leifert. (Foto: Raquel Cunha/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Gilberto Leifert, pai de Tiago Leifert, saiu em defesa do filho na briga do apresentador com o ator Ícaro Silva. Em longo texto publicado no Instagram, ele disse que nunca beneficiou o primogênito na Globo, empresa em que também atuou por 30 anos (de 1988 até 2018).

A publicação foi uma resposta à insinuação de Ícaro de que Tiago só teria entrado na emissora por ter um parente já atuando na empresa. "Tiago, talvez você não goste de ver seu pai tratando deste tema em público. Mas estava na hora. [...] Nunca trabalhamos na mesma área. Você inicialmente numa emissora afiliada, depois no SporTV, no Jornalismo/Esporte e depois no Entretenimento. Eu no comercial. Meus ex-colegas, que foram seus chefes, reconheceram desde logo seu talento, seu preparo e dedicação", escreveu ele.

"Eu jamais poderia contratar alguém para o jornalismo, por exemplo. Foram as suas qualidades que impulsionaram e sustentaram a sua carreia na Globo [...] Quem conhece a Globo sabe que nenhum jovem jornalista, com apenas 28 anos, 'ganha' a responsabilidade e o desafio de editar o Globo Esporte de São Paulo, porque é filho de um funcionário graduado", prosseguiu.

Gilberto Leifert afirmou ainda que 'agiu corretamente" ao apresentar o filho à televisão em 1996, quando Tiago tinha 16 anos e atuou como repórter de campo na TV Gazeta/SP, "sem remuneração". Ele completou que o filho se destacou estudando e trabalhando nos Estados Unidos. "Lá, você não era 'o filho do diretor da Globo' quando, por algumas vezes, seu nome foi inscrito na 'Dean List' —a lista do reitor, na qual figuram os melhores alunos da Universidade de Miami".

Ele finalizou afirmando que Tiago não deve se preocupar com que nega "nossos méritos e desmerece nossas conquistas". "Preocupe-se, sim, em defender suas crenças, ser honesto, leal, decente, generoso; bom patrão, bom amigo, bom filho, bom marido e bom pai, como, aliás, tem sido."

O texto foi escrito nos comentários da publicação de Tiago, em que o apresentador agradece pela homenagem feita para ele no último episódio do The Voice, na quinta (23). O jornalista anunciou a sua saída da Globo em setembro.

"Sei que você tem especial fascínio pelo espaço sideral. Outro dia mandei meu currículo para o Jeff Bezos e para o Elon Musk. Se eu for contratado, vou arrumar uma boquinha de comandante de nave para você", ironizou ele.

ENTENDA A BRIGA

A discussão começou quando Ícaro publicou na segunda (20), no Twitter, que não participaria da próxima edição do BBB por considerar o programa um "entretenimento medíocre". "Gente, respeita minha história, minha trajetória, meu ódio por entretenimento medíocre e minha repulsa por dividir banheiro e parem de acreditar nessa história absurda de que eu cogitaria ir para o Big Boster Brazil", escreveu.

Em resposta na terça (21), Leifert afirmou em publicação no Instagram que Ícaro não fez uma crítica construtiva ao programa, mas um ataque gratuito a quem nunca fez mal ao ator. "Aliás, não só não te fizemos mal como provavelmente pagamos o seu salário nessa última aê!", escreveu o ex-apresentador do BBB.

"Achar que o que você faz é superior não é baseado em fatos, é arrogância mesmo. Nenhuma métrica é capaz de dar embasamento ao que você escreveu: Nem audiência, faturamento, repercussão, relevância etc", disse Leifert na ocasião.

Na quarta (22), Ícaro refutou a afirmação do apresentador. "É minha entrega que paga meu salário." O ator também afirmou que Leifert não conseguiria compreender as dificuldades enfrentadas por ele no show business. "Possivelmente você nunca vai entender isso, mas para uma pessoa preta e queer estar em destaque, contratada ou empregada ela precisa ser realmente excelente", escreveu.

Ícaro insinuou ainda que Tiago só entrou na Globo por causa do pai. "Eu conheci muitos garotos na minha vida que pautavam suas opiniões na lógica sistemática do dinheiro. Garotos sem nada especial. Nem talento, nem beleza, nem nada, mas que tinham a aparência e a submissão adequadas, além de um parente no lugar certo, sabe? Acho que você sabe."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos