Pai de uma adolescente, ex-bailarino de Joelma tem apoio da cantora em carreira no pornô gay: 'Mantemos contato'

·2 minuto de leitura

Bailarino de Joelma durante seis anos, nos tempos da banda Calypso, Leicy Sposito tem feito sucesso como ator pornô desde que decidiu trocar os palcos pela carreira em filmes eróticos voltados para o público gay. Aos 36 e pai de uma filha adolescente, ele só aceitou mudar de profissão depois que comunicou à família sobre sua decisão. Hoje, Leicy tem o apoio dos mais próximos e também de sua antiga patroa, de quem foi fiel escudeiro e com quem ainda mantém contato.

"Quando decidi gravar, conversei com a minha família, amigos, tenho uma filha de 16 anos, e eles entenderam. Seja lá o que for, a minha família está comigo. Quando gravei, nós já estávamos preparados, com a cabeça boa. Quando vem crítica eu faço é achar graça. Não ligo. Eu e Joelma mantemos contato ainda, mas cada um tem sua vida, a gente se fala de vez em quando. Já do Ximbinha, nunca fui amigo", disse ele em entrevista ao "Gay.blog".

Leia também: Filho faz as pazes e reencontra Joelma após briga por ir morar com o padrasto Ximbinha



O ex-bailarino de Joelma revelou também que tem conseguido viver bem com o dinheiro que ganha como ator pornô. Além disso, ele tem planos de abrir sua própria academia de dança.

"É mais difícil dançar do que fazer pornô. Acho que cansa mais e exige mais. Atuar, quando se tem uma conexão boa, conversar antes, ter uma energia legal, funciona bem. Quando a química não bate, fica mais difícil. Procuro que saia sempre tudo bem. Eu acho que dançar, estudar a coreografia, fazer shows por longas horas, é mais difícil. O financeiro está bom, e vai melhorar mais. O retorno vem e eu entendo assim: a produtora me valoriza e eu valorizo a produtora, a gente cresce juntos", afirmou.



Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos