Pais de Madeleine McCann perdem queixa contra Portugal

Kate e Gerry McCann, os pais de Madeleine McCann que desapareceu no Algarve em 2007, dizem-se dececionados com a decisão do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos.

A justiça europeia deu, esta terça-feira, razão à justiça portuguesa. Recusou a queixa do casal contra o Estado português e o ex-inspetor da Polícia Judiciária, Gonçalo Amaral.

O casal contestou a decisão do Supremo Tribunal Português de rejeitar o processo de difamação contra Gonçalo Amaral, que os implicou no desaparecimento da filha num livro da sua autoria, numa entrevista e num documentário.

Ao que tudo indica não pensam recorrer da decisão hoje conhecida.