Palestino esfaqueia 2 israelenses e é morto por forças de segurança em Jerusalém

·1 minuto de leitura
Forças de segurança em local de ataque em Jerusalém

JERUSÁLEM (Reuters) - Um palestino feriu dois israelenses com facadas, sendo um soldado, e depois foi morto a tiros, nesta segunda-feira, perto de uma área de conflitos de Jerusalém Oriental que é o foco de protestos de palestinos, informaram serviços de emergência.

O serviço de ambulâncias israelense Magen David Adom disse que dois homens de cerca de 20 anos ficaram feridos no ataque, um gravemente e outro levemente.

O serviço de emergência israelense Zaka, que também enviou uma equipe ao local, confirmou que o suposto agressor foi morto depois que a polícia disse que ele foi "neutralizado".

O incidente ocorreu perto do bairro de Sheikh Jarrah, onde as possíveis expulsões de famílias palestinas provocaram protestos em massa e ajudaram a desencadear 11 dias de combates entre Israel e militantes de Gaza.

Os militares disseram que um dos feridos é um soldado. Um vídeo publicado em redes sociais o mostrou, vestido com um uniforme da Força Aérea israelense, com uma faca cravada nas costas e de joelhos recebendo tratamento médico.

As tensões estão altas em Sheikh Jarrah e na mesquita de Al-Aqsa, na Cidade Velha de Jerusalém, onde operações policiais israelenses nas últimas semanas contribuíram para causar um confronto militar entre Israel e o Hamas, os governantes islâmicos de Gaza.

Um cessar-fogo entre Israel e o Hamas mediado pelo Egito se mantinha pelo quarto dia nesta segunda-feira.

(Por Rami Ayyub)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos