Palestinos homenageiam jornalista da Al Jazeera morta; Abbas quer recorrer ao TPI

Uma homenagem nacional à jornalista da Al Jazeera Shireen Abu Akleh, morta nesta quarta-feira (11) com uma bala na cabeça em Jenin, ocorre nesta quinta-feira (12) em Ramallah, na Muqata, o palácio presidencial. A repórter era uma referência do jornalismo, conhecida em todo o mundo árabe.

A correspondente da RFI nos Territórios Palestinos, Alice Froussard, informa que Abu Akleh era uma jornalista incansável em busca da informação, de Jerusalém a Gaza, passando pela Cisjordânia ocupada. Ela esteve muitas vezes em Jenin nos últimos dois meses.

Uma geração de palestinos com menos de 30 anos cresceu assistindo o rosto dela na televisão. Em Ramallah, fotos de Shireen Abu Akleh são exibidas nas paredes e o outdoor que adorna a praça al-Manara agora apresenta seu retrato e a inscrição "adeus Shireen". Bandeiras pretas foram hasteadas no terraço da Al Jazeera, nas proximidades, além de um enorme painel em homenagem à jornalista.

O funeral será realizado nesta sexta-feira (13), em Jerusalém Oriental. São esperadas dezenas de milhares de pessoas.

A morte da jornalista, uma cristã de 51 anos, gera forte comoção nos territórios palestinos. As circunstâncias da morte, ocorrida durante uma reportagem sobre uma operação militar israelense no local, na Cisjordânia ocupada, colocam Tel Aviv sob pressão.

Israel se contradiz

Benny Gantz afirmou que o exército “não tinha certeza da maneira como ela foi morta” e que era “impossível” determinar as circunstâncias da morte de Shireen Abu Akleh. O ministro da Defesa distorce, assim, a versão oficial israelense.


Leia mais

Leia também:
Comunidade internacional pede investigação sobre morte de jornalista na Cisjordânia
Movimento palestino Hamas ameaça Israel com "grande batalha" por Jerusalém
Violentos confrontos em Jerusalém deixam 42 feridos na Esplanada das Mesquitas

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos