Palmares retira Benedita da Silva de lista de personalidades

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
A candidata à Prefeitura do Rio Benedita da Siva diz que entrará com ação por racismo
A candidata à Prefeitura do Rio Benedita da Siva diz que entrará com ação por racismo

Candidata à Prefeitura do Rio, a deputada federal Benedita da Silva (PT) foi retirada ontem da lista de Personalidades Negras da Fundação Palmares. O presidente da instituição, Sérgio Camargo, anunciou a decisão no Twitter, justificando que a petista responde a processo por improbidade administrativa e que seus bens foram bloqueados.

A campanha de Benedita afirmou, por meio de nota, que a medida é uma interferência do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no cenário eleitoral carioca e que vai recorrer à Justiça pelo suposto crime de racismo.

Leia também:

Em 2015, a 6ª Vara de Fazenda Pública do Rio determinou o bloqueio de bens e a quebra de sigilos bancário e fiscal da deputada. Ela é acusada pelo MP de improbidade administrativa por dispensar licitação e gerar “grave prejuízo” ao patrimônio público estadual, em contratos quando foi secretária estadual de Assistência Social e Direitos Humanos.

Benedita ficou no cargo de 2007 a 2010, no primeiro governo de Sérgio Cabral. Em nota, a equipe da candidata afirmou que “com 40 anos de vida pública, a deputada Benedita da Silva já foi vereadora, deputada, senadora, secretária, governadora e ministra, sem jamais ter sido condenada”.

Ontem, Benedita também começou a sofrer uma onda de ataques nas redes sociais, muitos de cunho racista.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos