Palmeiras e Flamengo confirmam suas forças e favoritismos na Libertadores

Alexandre Praetzel
·1 minuto de leitura
Rony e Luiz Adriano comemoram um dos gols da vitória do Palmeiras sobre o Defensa Y Justicia. Foto: AGIF/AGIF
Rony e Luiz Adriano comemoram um dos gols da vitória do Palmeiras sobre o Defensa Y Justicia. Foto: AGIF/AGIF

Palmeiras e Flamengo abriram a Libertadores da América como favoritos e alertados para as dificuldades dos adversários na fase de grupos. No entanto, os dois times venceram seus três primeiros jogos e confirmaram suas forças com 100% de aproveitamento. 

O Palmeiras venceu o Defensa Y Justicia por 2 a 1, em Buenos Aires, e o Flamengo bateu a LDU por 3 a 2, em Quito. É verdade que os desempenhos não foram brilhantes, mas as atitudes dos dois elencos comprovam que há ideia e mentalidade vencedora para buscar mais um troféu da América do Sul. 

Leia também:

É possível dizer que Palmeiras e Fla são os grandes candidatos ao título, ao lado do River Plate. Num patamar um pouco abaixo, Atlético-MG, São Paulo e Boca Juniors aparecem com boas possibilidades. Como surpresas iniciais, Barcelona-EQU, Argentinos Jrs. e Fluminense começaram bem. 

O blog entende que a primeira fase é importante para os treinadores afirmarem suas equipes, sem perder o senso coletivo e a capacidade competir. Nisso, Palmeiras e Flamengo têm nomes com essas características, acrescentando os aspectos técnicos. Rony e Gabigol foram os destaques.

Não sei se Palmeiras e Flamengo vão levar a taça, mas é bem provável que eles estejam entre os oito das quartas-de-final, no mínimo. Parada dura para os concorrentes. 

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola