Palmeiras faz homenagem a Romeu Pellicciari, herói de 8 a 0 em Dérbi


Em meio à paralisação da pandemia do coronavírus, o Palmeiras fez homenagem a um ídolo da época do Palestra Itália. Em sua conta oficial no Twitter, o clube lembrou do aniversário de Romeu Pellicciari, atacante fundamental na maior goleada da história do clássico contra o Corinthians, e que completaria 109 anos de idade nesta quinta-feira.

Romeu Pellicciari fez quatro gols no histórico 8 a 0 do Dérbi disputado em 5 de novembro de 1933, ainda com o clube chamado Palestra Itália. Seu nome está tão ligado ao clássico que foi exatamente diante do Corinthians que o jogador balançou as redes pela primeira vez na equipe, e em outra goleada: em triunfo por 4 a 0 em 24 de agosto de 1930.


No mesmo período do inesquecível 8 a 0 diante do maior rival, o atacante foi o grande nome do último tricampeonato paulista do clube, que ainda chamava Palestra Itália, em 1932, 1933 e 1934. Em 1933, ainda conquistou o Torneio Rio-São Paulo pelo clube.

Romeu Pellicciari saiu do Palmeiras em 1935, jogou no Fluminense, disputou a Copa do Mundo de 1938 e voltou em 1942 para participar de outro momento histórico. O atacante fez parte do elenco na Arrancada Heróica, quando o clube, pressionado pela ligação com a Itália em meio à Segunda Guerra Mundial, foi obrigado a deixar de ser Palestra para virar Palmeiras e foi campeão paulista em 1942 já no primeiro jogo rebatizado: 3 a 1 sobre o São Paulo.

Considerado criativo e habilidoso, Romeu Pellicciari, somando as passagens de 1929 a 1935 e em 1942, acumula 161 partidas, 109 vitórias e 108 gols pelo Palmeiras, sendo o 13º maior artilheiro da história do clube, igualado a Leivinha, ídolo que defendeu o time nos anos 1970. Romeu Pellicciari faleceu em 15 de julho de 1971, com 60 anos de idade.

Confira a publicação do Palmeiras no Twitter sobre Romeu Pellicciari: