Palmeiras perde do Fortaleza e sofre quarta derrota seguida no Brasileiro

·3 minuto de leitura
FORTALEZA, CE, 18.10.2020 - FORTALEZA-PALMEIRAS - O zagueiro Gustavo Gomez, do Palmeiras, recebe cartão vermelho na derrota diante do Fortaleza, em partida válida pela 17º rodada do Campeonato Brasileiro de Futebol 2020, realizada na Arena Castelão, em Fortaleza, neste domingo (18). (Foto: Jarbas Oliveira/Folhapress)
FORTALEZA, CE, 18.10.2020 - FORTALEZA-PALMEIRAS - O zagueiro Gustavo Gomez, do Palmeiras, recebe cartão vermelho na derrota diante do Fortaleza, em partida válida pela 17º rodada do Campeonato Brasileiro de Futebol 2020, realizada na Arena Castelão, em Fortaleza, neste domingo (18). (Foto: Jarbas Oliveira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Com dois gols de David, o Fortaleza bateu o Palmeiras por 2 a 0 na noite deste domingo (18), na Arena Castelão, em jogo válido pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o time alviverde, com 22 pontos, foi ultrapassado pelo Fortaleza de Rogério Ceni. A equipe cearense, que está invicta há dez partidas e foi à sétima colocação, chegou a 24 pontos e está a dois do Fluminense, o sexto colocado, na briga por uma vaga na próxima Copa Libertadores.

O time paulista vinha de derrotas para Botafogo (2 a 1), São Paulo (2 a 0) e Coritiba (3 a 1). Essa sequência selou a demissão do técnico Vanderlei Luxemburgo, dois meses depois de ter conquistado o Campeonato Paulista e apesar da liderança na fase de grupos da Libertadores.

O resultado deverá apressar ainda mais a diretoria do Palmeiras, que enviou representantes para se reunir com o técnico Miguel Ángel Ramírez no Equador. O espanhol, de 35 anos, comanda o Independiente del Valle e é o atual campeão da Copa Sul-Americana.

Na primeira partida sem o técnico Vanderlei Luxemburgo, o interino Andrey Lopes não contou com os experientes Marcos Rocha, lesionado, e Felipe Melo, suspenso, e escalou Mayke, na direita, e o zagueiro Emerson Santos.

Lucas Lima e Raphael Veiga recuperaram suas vagas, enquanto que Gustavo Scarpa e Gabriel Veron, titulares na derrota para o Coritiba, voltaram para a reserva.

Numa atuação apagada, o Palmeiras teve lentidão para construir jogadas e cometeu erros de passe do começo ao final da partida. O ala esquerdo Viña era o desafogo no primeiro tempo, mas muito pouco diante de um Fortaleza bem organizado e fatal nos contragolpes.

Aos 34 minutos, uma tabela de Tinga e Ronald deixou os palmeirenses perdidos, e o último foi à linha de fundo e cruzou na medida para David, que finalizou na saída de Weverton.

Seis minutos depois, Patrick de Paula perdeu a bola no meio de campo, Marlon foi à linha de fundo e mandou a bola na área, Mayke tentou cortar e carimbou a trave do próprio time. Na sobra, David dominou a bola com o peito e emendou chute de primeira para ampliar o placar.

Para etapa final, o técnico do time alviverde tirou Mayke e Patrick de Paula e recorreu aos atacantes Willian e Wesley. O Fortaleza só precisou administrar a vantagem e, ainda, teve a melhor chance de gol.

Ainda nos acréscimos para aumentar a crise do Palmeiras, o capitão Gustavo Gómez recebeu cartão amarelo por reclamação, discutiu com o árbitro Marcelo de Lima Henrique e os assistentes até ser expulso.

Pelo Brasileiro, o time volta a campo no domingo (25) contra o Atlético-GO, às 16h. Antes o Palmeiras recebe o Tigre (ARG) na quarta-feira (21), às 21h30, pela Libertadores.

O próximo compromisso do Fortaleza será no domingo (25) contra o São Paulo, pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

FORTALEZA

Max Walef; Tinga (Gabriel Dias), Paulão, Roger Carvalho e Bruno Melo; Ronald (Romarinho), Felipe e Marlon; Osvaldo (Carlinhos), David (Wellington Paulista) e Yuri César (Juninho). Técnico: Rogério Ceni

PALMEIRAS

Weverton; Mayke (Wesley), Emerson Santos, Gustavo Gómez e Viña; Gabriel Menino, Patrick de Paula (Willian), Zé Rafael, Raphael Veiga e Lucas Lima; Luiz Adriano (Gabriel Veron). Técnico: Andrey Lopes

Estádio: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa e Andrea Izaura Maffra Marcelino de Sá (ambos do RJ)

VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)

Cartões amarelos: Paulão e Bruno Melo (F); Viña, Gustavo Gómez e Zé Rafael (P)

Cartões vermelhos: Gustavo Gómez (Palmeiras)

Gols: David, aos 33min e aos 40min do primeiro tempo