Palmeiras também merece perder o vice-campeonato para o Santos

Mano Menezes seguirá no cargo em 2020, mesmo com toda pressão da torcida. Foto: Marcello Zambrana/AGIF

Estive no Allianz Parque e acompanhei a derrota do Palmeiras para o Grêmio por 2 a 1. O time de Mano Menezes foi um time de cabeça baixa, sem reação e errando muitos passes. Num fim de semana que o Palmeiras precisava vencer para evitar o título antecipado do Flamengo, vimos um grupo de jogadores derrotados em campo.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM

É verdade que o Palmeiras ainda buscou o empate, mas em nenhum momento chegou-se a conclusão de era possível virar o placar sobre os gaúchos. O segundo gol gremista foi a pá de cal numa temporada fraca de desempenho e sem títulos, mesmo com o investimento (errado) feito pela diretoria.

Leia também:

Depois de perder o título para o Flamengo, o Palmeiras também merece perder o vice-campeonato para o Santos. A diferença de uma equipe para a outra é gigantesca pelos trabalhos das comissões técnicas. Jorge Sampaoli tira leite de pedra, enquanto Mano Menezes não trouxe nada de novo. Nesta semana, os dois tiveram o mesmo tempo de treinos e o Santos amassou o Cruzeiro, enquanto o Palmeiras foi pífio no Allianz Parque.

Em 2020, Alexandre Mattos permanece e Mano segue no cargo, mas é perfeitamente aceitável a bronca da torcida, com pedidos por um técnico estrangeiro e ofensivo. O ano que vem será de muitas cobranças e com dificuldades contra um Flamengo forte e poderoso. 2019 é para esquecer e aprender com Jesus e Sampaoli.

Veja mais de Alexandre Praetzel no Yahoo Esportes

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter