PANORAMA ELEITORAL-Bolsonaro fala na ONU após Ipec mostrar chance de Lula vencer no 1º turno

Presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto

Por Eduardo Simões

(Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro (PL) discursará na abertura da sessão de debates da Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) e passará o dia em Nova York, um dia depois de pesquisa do Ipec mostrar possibilidade de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vencer a eleição presidencial já no primeiro turno, marcado para 2 de outubro.

O levantamento apontou Lula com 52% das intenções de votos válidos, o que seria suficiente para liquidar a fatura sem necessidade de uma segunda rodada de votação no dia 30 de outubro.

Bolsonaro também participará, online de Nova York, de um evento do setor de supermercados realizado em São Paulo, enquanto Lula se reúne com representantes do setor de turismo.

Veja abaixo destaques do cenário eleitoral.

NO PRIMEIRO TURNO?

Pesquisa Ipec divulgada na noite de segunda no Jornal Nacional, da TV Globo, mostrou que Lula venceria a disputa no primeiro turno com 52% dos votos válidos contra 34% de Bolsonaro, caso a eleição fosse realizada agora.

Considerando os votos totais, quando brancos, nulos e indecisos são incluídos na conta, Lula aparece com 16 pontos de vantagem sobre Bolsonaro no primeiro turno e com dianteira de 19 pontos em um eventual segundo turno entre ambos.

DISCURSO NA ONU

O presidente fará o primeiro discurso de um chefe de Estado na sessão deste ano da Assembleia-Geral da ONU, posto tradicionalmente reservado ao Brasil, e também aproveitará a passagem pela sede do órgão multilateral para se reunir com o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, e com o presidente do Equador, Guillermo Lasso.

À tarde, remotamente desde Nova York, participa de evento da Associação Brasileira dos Supermercados (Abras), que está sendo realizado em Campinas (SP). Na véspera, Bolsonaro participou em Londres do funeral da rainha britânica Elizabeth 2ª.

TURISMO

Lula se reúne com representantes do setor do turismo pela manhã, um dia depois de fazer novo aceno ao voto útil e afirmar, durante reunião com ex-candidatos à Presidência em São Paulo, que trabalha para ser eleito já no dia 2 de outubro.

Entre os ex-presidenciáveis que declararam apoio ao petista no encontro estava o ex-presidente do Banco Central e ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles, atualmente no União Brasil, mas que disputou o pleito de 2018 pelo MDB. Nome que agrada o mercado financeiro, Meirelles disse não ter sido sondado para compor o governo em caso de vitória de Lula, mas deixou essa possibilidade em aberto.

PRÓXIMAS PESQUISAS ELEITORAIS

AtlasIntel - 20 de setembro, terça-feira

Genial/Quaest - 21 de setembro, quarta-feira

PoderData - 21 de setembro, quarta-feira

Datafolha - 22 de setembro, quinta-feira

XP/Ipespe - 23 de setembro, sexta-feira

Ipespe - 24 de setembro, sábado

ÚLTIMAS PESQUISAS DIVULGADAS

IPEC

Divulgada em 19 de setembro

Margem de erro de 2 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 47%

Jair Bolsonaro (PL) - 31%

Ciro Gomes (PDT) - 7%

Simone Tebet (MDB) - 5%

Outros - 1%

Brancos e nulos - 5%

Não sabem - 4%

2º turno:

Lula (PT) - 54%

Bolsonaro (PL) - 35%

BTG/FSB

Divulgada em 19 de setembro

Margem de erro de 2 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 44%

Jair Bolsonaro (PL) - 35%

Ciro Gomes (PDT) - 7%

Simone Tebet (MDB) - 5%

Outros - 2%

Branco/nulo/nenhum - 4%

Não sabem/não responderam - 3%

2º turno:

Lula (PT) - 52%

Bolsonaro (PL) - 39%

IPESPE

Divulgada em 17 de setembro

Margem de erro de 3 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 45%

Jair Bolsonaro (PL) - 35%

Ciro Gomes (PDT) - 7%

Simone Tebet (MDB) - 5%

Outros - 2%

Brancos, nulos - 3%

Não sabem - 2%

2º turno:

Lula (PT) - 53%

Bolsonaro (PL) - 38%

DATAFOLHA

Divulgada em 15 de setembro

Margem de erro de 2 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 45%

Jair Bolsonaro (PL) - 33%

Ciro Gomes (PDT) - 8%

Simone Tebet (MDB) - 5%

Outros - 2%

Brancos, nulos - 4%

Não sabem - 2%

2º turno:

Lula (PT) - 54%

Bolsonaro (PL) - 38%

GENIAL/QUAEST

Divulgada em 14 de setembro

Margem de erro de 2 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 42%

Jair Bolsonaro (PL) - 34%

Ciro Gomes (PDT) - 7%

Simone Tebet (MDB) - 4%

Outros - 2%

Brancos e nulos - 5%

Não sabem - 6%

2º turno:

Lula (PT) - 48%

Bolsonaro (PL) - 40%

PODERDATA

Divulgada em 14 de setembro

Margem de erro de 2 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 43%

Jair Bolsonaro (PL) - 37%

Ciro Gomes (PDT) - 8%

Simone Tebet (MDB) - 5%

Outros - 1%

Brancos e nulos - 3%

Não sabem - 2%

2º turno:

Lula (PT) - 51%

Bolsonaro (PL) - 42%

XP/IPESPE

Divulgada em 31 de agosto

Margem de erro de 2,2 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 43%

Jair Bolsonaro (PL) - 35%

Ciro Gomes (PDT) - 9%

Simone Tebet (MDB) - 5%

Outros - 1%

Brancos e nulos - 4%

Não sabem - 2%

2º turno:

Lula (PT) - 53%

Bolsonaro (PL) - 38%

CNT/MDA

Divulgada em 30 de agosto

Margem de erro de 2,2 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 42,3%

Jair Bolsonaro (PL) - 34,1%

Ciro Gomes (PDT) - 7,3%

Simone Tebet (MDB) - 2,3%

Outros - 1,1%

Brancos e nulos - 5%

Não sabem - 7,8%

2º turno:

Lula (PT) - 50,1%

Bolsonaro (PL) - 38,8%

ATLASINTEL

Divulgada em 25 de agosto

Margem de erro de 1 ponto percentual

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 46,7%

Jair Bolsonaro (PL) - 38,3%

Ciro Gomes (PDT) - 6,4%

Simone Tebet (MDB) - 3,6%

Outros - 3,1%

Branco/nulo/indecisos - 1,9%

2º turno:

Lula (PT) - 51,8%

Bolsonaro (PL) - 40,8%

(Reportagem adicional de Fernando Cardoso)