PANORAMA ELEITORAL-Datafolha divulga pesquisa à noite, enquanto Lula segue no Norte e Bolsonaro dá entrevista

Materiais de campanha com as fotos do presidente Jair Bolsonaro e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em Brasília

Por Eduardo Simões

SÃO PAULO (Reuters) - A quinta-feira deverá ser marcada pela divulgação de uma nova pesquisa Datafolha sobre a eleição presidencial à noite, após três levantamentos mostrarem na véspera estabilidade na disputa entre Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro, depois da entrevista dos principais presidenciáveis ao Jornal Nacional na semana passada e no primeiro debate entre candidatos ao Planalto no domingo.

Além disso, Lula seguirá fazendo campanha na Região Norte, dessa vez em Belém, depois de visitar uma fábrica de motos e participar de um comício em Manaus na quarta-feira.

Bolsonaro, que na quarta fez campanha em Curitiba, dará entrevista à RedeTV!, que promove sabatinas com os candidatos a governar o Brasil a partir de 2023.

Veja abaixo os principais destaque do dia eleitoral.

NOVO DATAFOLHA

O instituto divulga novo levantamento sobre a corrida ao Palácio do Planalo a partir das 20h55. A pesquisa foi contratada, além do jornal Folha de S.Paulo, pela TV Globo.

Na quarta, três pesquisas de intenção de voto --Genial/Quaest, XP/Ipespe e PoderData-- mostraram estabilidade na disputa polarizada entre Lula e Bolsonaro, com oscilações dentro da margem de erro das sondagens.

COMÍCIO EM BELÉM

Líder nas pesquisas de intenção de voto, Lula permanece na Região Norte do país nesta quinta, dessa vez na capital do Pará, onde participará de um ato pela cultura pela manhã e de comício no início da noite.

Na quarta, na capital do Amazonas, o petista prometeu, se eleito, manter as isenções às indústrias instaladas na Zona Franca de Manaus. Mais cedo, em entrevista a uma rádio do Pará, o petista também se comprometeu, caso vença o pleito de outubro, a renegociar as dívidas de famílias com empresas e prefeituras.

BOLSONARO EM SABATINA

A RedeTV! levará ao ar entrevista com o candidato à reeleição às 21h, enquanto a agenda de presidente de Bolsonaro não prevê compromissos oficiais.

Na quarta, em entrevista ao SBT em Curitiba, onde participou de comício e de uma motociata, o presidente disse que até a sexta-feira a Petrobras divulgará uma "boa notícia" sobre combustíveis.

Também na quarta, o governo enviou ao Congresso a proposta do Orçamento do ano que vem, que não contempla promessas de campanha do postulante à reeleição, como a manutenção do Auxílio Brasil em 600 reais e a correção da tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física.

ACENO A MILITARES

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, fez um aceno às Forças Armadas durante reunião na quarta com o ministro da Defesa, Paulo Sergio Nogueira de Oliveira, ao sinalizar que poderá haver um teste de integridade das urnas eletrônicas com a utilização da biometria dos eleitores, conforme sugestão dos militares.

Até a eleição passada, o teste de integridade era sempre realizado nos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) no mesmo dia da votação, sendo acompanhado por uma auditoria externa. A intenção dos militares seria levar essa etapa de testagem para as seções eleitorais, com a inclusão da biometria.

PRÓXIMAS PESQUISAS ELEITORAIS

Datafolha - 1 de setembro, quinta-feira

Ipespe - 3 de setembro, sábado

Ipec - 5 de setembro, segunda-feira

ÚLTIMAS PESQUISAS DIVULGADAS

XP/IPESPE

Divulgada em 31 de agosto

Margem de erro de 2,2 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 43%

Jair Bolsonaro (PL) - 35%

Ciro Gomes (PDT) - 9%

Simone Tebet (MDB) - 5%

Outros - 1%

Brancos e nulos - 4%

Não sabem - 2%

2º turno:

Lula (PT) - 53%

Bolsonaro (PL) - 38%

PODERDATA

Divulgada em 31 de agosto

Margem de erro de 2 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 44%

Jair Bolsonaro (PL) - 36%

Ciro Gomes (PDT) - 8%

Simone Tebet (MDB) - 4%

Outros - 1%

Brancos e nulos - 3%

Não sabem - 2%

2º turno:

Lula (PT) - 50%

Bolsonaro (PL) - 41%

GENIAL/QUAEST

Divulgada em 31 de agosto

Margem de erro de 2 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 44%

Jair Bolsonaro (PL) - 32%

Ciro Gomes (PDT) - 8%

Simone Tebet (MDB) - 3%

Outros - 2%

Brancos e nulos - 5%

Não sabem - 6%

2º turno:

Lula (PT) - 51%

Bolsonaro (PL) - 37%

CNT/MDA

Divulgada em 30 de agosto

Margem de erro de 2,2 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 42,3%

Jair Bolsonaro (PL) - 34,1%

Ciro Gomes (PDT) - 7,3%

Simone Tebet (MDB) - 2,3%

Outros - 1,1%

Brancos e nulos - 5%

Não sabem - 7,8%

2º turno:

Lula (PT) - 50,1%

Bolsonaro (PL) - 38,8%

IPEC

Divulgada em 29 de agosto

Margem de erro de 2 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 44%

Jair Bolsonaro (PL) - 32%

Ciro Gomes (PDT) - 7%

Simone Tebet (MDB) - 3%

Outros - 1%

Brancos e nulos - 7%

Não sabem - 6%

2º turno:

Lula (PT) - 50%

Bolsonaro (PL) - 37%

BTG/FSB

Divulgada em 29 de agosto

Margem de erro de 2 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 43%

Jair Bolsonaro (PL) - 36%

Ciro Gomes (PDT) - 9%

Simone Tebet (MDB) - 4%

Outros - 2%

Branco/nulo/nenhum - 4%

Não sabem/não responderam - 3%

2º turno:

Lula (PT) - 52%

Bolsonaro (PL) - 39%

ATLASINTEL

Divulgada em 25 de agosto

Margem de erro de 1 ponto percentual

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 46,7%

Jair Bolsonaro (PL) - 38,3%

Ciro Gomes (PDT) - 6,4%

Simone Tebet (MDB) - 3,6%

Outros - 3,1%

Branco/nulo/indecisos - 1,9%

2º turno:

Lula (PT) - 51,8%

Bolsonaro (PL) - 40,8%

DATAFOLHA

Divulgada em 18 de agosto

Margem de erro de 2 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 47%

Jair Bolsonaro (PL) - 32%

Ciro Gomes (PDT) - 7%

Simone Tebet (MDB) - 2%

Outros - 1%

Brancos, nulos - 6%

Não sabem - 2%

2º turno:

Lula (PT) - 54%

Bolsonaro (PL) - 37%

(Reportagem adicional de Fernando Cardoso)