PANORAMA ELEITORAL-Datafolha solta nova pesquisa após Bolsonaro mirar no TSE e Lula falar a rádios

Apoiadores de Lula e Bolsonaro fazem manifestação em Brasília

Por Eduardo Simões

(Reuters) - O Datafolha divulga nova pesquisa sobre o segundo turno da eleição presidencial nesta quinta, um dia depois de o presidente e candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL) voltar a atacar o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com acusações sem provas de irregularidades na veiculação das inserções de rádio de sua campanha.

O dia começou com uma entrevista do líder nas pesquisas, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a um grupo de emissoras de rádio, na qual ele disse que, se vencer, seu ministro da Economia terá de ter responsabilidade fiscal e social. A quinta terá ainda uma nova pesquisa AtlasIntel.

Veja abaixo destaques do cenário eleitoral:

TSE NA MIRA

Bolsonaro disse na noite de quarta que irá até as últimas consequências, dentro da Constituição, contra as supostas irregularidades que alega terem ocorrido na veiculação de inserções de rádio de sua campanha, após o presidente do TSE. Alexandre de Moraes, rejeitar denúncia feita pela campanha à reeleição apontado falta de provas.

Moraes também determinou que o caso fosse encaminhado ao Ministério Público Eleitoral, para apurar se houve crime por parte da campanha; ao corregedor eleitoral, para determinar se houve mau uso de recursos do fundo partidário, e a anexação ao inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) que apura a existência de organização criminosa, com atuação digital, para atentar contra a democracia e o Estado de Direito no país.

Nesta quinta, o candidato à reeleição fará campanha no Rio de Janeiro e visitará as cidades de Belfort Roxo e São José de Meriti, na Baixada Fluminense. No final da tarde, fará comício no bairro de Campo Grande, no Rio de Janeiro.

MINISTRO DA ECONOMIA

Em entrevista a um grupo de emissoras de rádio de vários Estados nesta manhã, Lula disse que, se vencer o segundo turno da eleição no próximo domingo, seu ministro da Economia será alguém com responsabilidade fiscal, mas também com responsabilidade social.

O petista também chamou de "desespero" as alegações sem provas de Bolsonaro sobre supostas irregularidades nas inserções de rádio, e disse ser inaceitável a discussão sobre a possibilidade de adiar o segundo turno do pleito.

QUAEST EM MINAS

Além da expectativa em torno das divulgações de novos levantamentos do Datafolha e do AtlasIntel sobre o segundo turno da eleição presidencial, foi divulgada nesta manhã um levantamento Genial/Quaest sobre a disputa presidencial em Minas Gerais, segundo maior colégio eleitoral do país onde Lula venceu no primeiro turno com uma margem de 563 mil votos sobre Bolsonaro.

De acordo com a sondagem, o petista tem 45% no Estado, contra 40% do atual presidente, enquanto os indecisos somam 8% e os que votarão branco ou nulo somam 7%.

Desde a redemocratizarão, todos os presidentes eleitos venceram em Minas Gerais.

PRÓXIMAS PESQUISAS ELEITORAIS

AtlasIntel - 27 de outubro, quinta-feira

Datafolha - 27 de outubro, quinta-feira

CNT/MDA - 29 de outubro, sábado

AtlasIntel - 29 de outubro, sábado

Genial/Quaest - 29 de outubro, sábado

Datafolha - 29 de outubro, sábado

Ipec - 29 de outubro, sábado

ÚLTIMAS PESQUISAS DIVULGADAS

GENIAL/QUAEST

Divulgada em 26 de outubro

Margem de erro: 2 pontos percentuais

Lula (PT): 48%

Bolsonaro (PL): 42%

Brancos e nulos: 5%

Indecisos: 5%

PODER DATA

Divulgada em 26 de outubro

Margem de erro: 1,5 ponto percentual

Lula (PT): 49%

Bolsonaro (PL): 44%

Brancos e nulos: 5%

Indecisos: 2%

IPESPE

Divulgada em 25 de outubro

Margem de erro: 3 pontos percentuais

Lula (PT): 50%

Bolsonaro (PL): 44%

Brancos e nulos: 4%

Indecisos: 2%

IPEC

Divulgada em 24 de outubro

Margem de erro: 2 pontos percentuais

Lula (PT): 50%

Bolsonaro (PL): 43%

Brancos e nulos: 5%

Indecisos: 2%

ATILASTE

Divulgada em 24 de outubro

Margem de erro: 1 ponto percentual

Lula (PT): 52%

Bolsonaro (PL): 46,2%

Brancos, nulos e indecisos: 1,8%

DATAFOLHA

Divulgada em 19 de outubro

Margem de erro: 2 pontos percentuais

Lula (PT): 49%

Bolsonaro (PL): 45%

Brancos e nulos: 4%

Indecisos: 1%

CNT/MDA

Divulgada em 17 de outubro

Margem de erro: 2,2 pontos percentuais

Lula (PT): 48,1%

Bolsonaro (PL): 41,8%

Brancos e nulos: 6%

Indecisos: 4,1%

XP/IPESPE

Divulgada em 14 de outubro

Margem de erro: 2,2 pontos percentuais

Lula (PT): 49%

Bolsonaro (PL): 43%

Brancos e nulos: 4%

Indecisos: 4%

(Reportagem adicional de Fernando Cardoso)