PANORAMA ELEITORAL-Lula e Bolsonaro vão a Minas após Datafolha apontar chance de petista vencer em 1º turno

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante entrevista coletiva em São Paulo

Por Eduardo Simões

(Reuters) - Candidatos que polarizam a disputa ao Palácio do Planalto na eleição deste ano, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL) farão campanha nesta sexta-feira em Minas Gerais, um dia depois de pesquisa do Datafolha mostrar possibilidade de o petista eleger-se já no primeiro turno, em 2 de outubro.

Lula fará um comício em Ipatinga, cidade no chamado Vale do Aço devido à presença do setor siderúrgico na região. Bolsonaro, por sua vez, estará em Divinópolis, na região oeste do Estado, e ainda irá a Santa Luzia, na região metropolitana da capital Belo Horizonte.

Veja abaixo destaques do cenário eleitoral.

ARENA MINEIRA

A ida dos dois principais candidatos a Minas Gerais marca um novo embate pelo voto no segundo maior colégio eleitoral do país e no Estado em que todos os presidentes eleitos venceram desde a redemocratização.

Tanto Lula quanto Bolsonaro foram algumas vezes a Minas desde o início oficial da campanha em meados de agosto. O petista fez lá seu primeiro grande comício após a largada oficial e o candidato à reeleição iniciou sua campanha na cidade mineira de Juiz de Fora, onde sofreu um atentado a faca em 2018.

Pesquisa Datafolha divulgada na véspera mostrou Lula ganhando terreno em Minas, com sua vantagem sobre Bolsonaro passando de 10 pontos na pesquisa da semana passada para 13 pontos agora. No Estado, o petista tem 46% da preferência do eleitorado, contra 33% do candidato à reeleição.

PRIMEIRO TURNO?

O levantamento nacional do Datafolha deu a Lula 50% das intenções de votos válidos, 2 pontos a mais do que na semana passada. Para liquidar a fatura no dia 2 de outubro é necessário mais da metade dos votos válidos, quando se excluem os votos brancos e nulos. Na segunda, pesquisa Ipec mostrou o petista com mais de 50% dos votos válidos.

Considerando os votos totais, o Datafolha mostrou Lula com 47%, oscilação de 2 pontos em relação à pesquisa anterior, e Bolsonaro estacionado em 33%, em linha com outros levantamentos divulgados nesta semana que mostraram Lula oscilando para cima, dentro da margem de erro das sondagens, enquanto Bolsonaro ficou no mesmo lugar.

A campanha de Lula e o próprio ex-presidente têm feito um apelo pelo voto útil na reta final da campanha, na esperança de encerrar a disputa já no dia 2 de outubro, sem a necessidade de uma nova rodada de votação que, se ocorrer, está marcada para 30 de outubro.

PRÓXIMAS PESQUISAS ELEITORAIS

XP/Ipespe - 23 de setembro, sexta-feira

Ipespe - 24 de setembro, sábado

BTG/FSB - 26 de setembro, segunda-feira

Ipec - 26 de setembro, segunda-feira

AtlasIntel- 27 de setembro, terça-feira

Genial/Quaest - 28 de setembro, quarta-feira

PoderData - 28 de setembro, quarta-feira

ÚLTIMAS PESQUISAS DIVULGADAS

DATAFOLHA

Divulgada em 22 de setembro

Margem de erro de 2 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 47%

Jair Bolsonaro (PL) - 33%

Ciro Gomes (PDT) - 7%

Simone Tebet (MDB) - 5%

Outros - 1%

Brancos, nulos - 4%

Não sabem - 2%

2º turno:

Lula (PT) - 54%

Bolsonaro (PL) - 38%

GENIAL/QUAEST

Divulgada em 21 de setembro

Margem de erro de 2 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 44%

Jair Bolsonaro (PL) - 34%

Ciro Gomes (PDT) - 6%

Simone Tebet (MDB) - 5%

Outros - 1%

Brancos e nulos - 5%

Não sabem - 5%

2º turno:

Lula (PT) - 50%

Bolsonaro (PL) - 40%

PODERDATA

Divulgada em 21 de setembro

Margem de erro de 2 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 44%

Jair Bolsonaro (PL) - 37%

Ciro Gomes (PDT) - 7%

Simone Tebet (MDB) - 4%

Outros - 2%

Brancos e nulos - 3%

Não sabem - 2%

2º turno:

Lula (PT) - 50%

Bolsonaro (PL) - 42%

ATLASINTEL

Divulgada em 20 de setembro

Margem de erro de 1 ponto percentual

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 48,4%

Jair Bolsonaro (PL) - 38,6%

Ciro Gomes (PDT) - 6,3%

Simone Tebet (MDB) - 4%

Outros - 1,8%

Branco/nulo/indecisos - 1%

2º turno:

Lula (PT) - 53,1%

Bolsonaro (PL) - 41,4%

IPEC

Divulgada em 19 de setembro

Margem de erro de 2 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 47%

Jair Bolsonaro (PL) - 31%

Ciro Gomes (PDT) - 7%

Simone Tebet (MDB) - 5%

Outros - 1%

Brancos e nulos - 5%

Não sabem - 4%

2º turno:

Lula (PT) - 54%

Bolsonaro (PL) - 35%

BTG/FSB

Divulgada em 19 de setembro

Margem de erro de 2 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 44%

Jair Bolsonaro (PL) - 35%

Ciro Gomes (PDT) - 7%

Simone Tebet (MDB) - 5%

Outros - 2%

Branco/nulo/nenhum - 4%

Não sabem/não responderam - 3%

2º turno:

Lula (PT) - 52%

Bolsonaro (PL) - 39%

IPESPE

Divulgada em 17 de setembro

Margem de erro de 3 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 45%

Jair Bolsonaro (PL) - 35%

Ciro Gomes (PDT) - 7%

Simone Tebet (MDB) - 5%

Outros - 2%

Brancos, nulos - 3%

Não sabem - 2%

2º turno:

Lula (PT) - 53%

Bolsonaro (PL) - 38%

XP/IPESPE

Divulgada em 31 de agosto

Margem de erro de 2,2 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 43%

Jair Bolsonaro (PL) - 35%

Ciro Gomes (PDT) - 9%

Simone Tebet (MDB) - 5%

Outros - 1%

Brancos e nulos - 4%

Não sabem - 2%

2º turno:

Lula (PT) - 53%

Bolsonaro (PL) - 38%

CNT/MDA

Divulgada em 30 de agosto

Margem de erro de 2,2 pontos percentuais

1º turno:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - 42,3%

Jair Bolsonaro (PL) - 34,1%

Ciro Gomes (PDT) - 7,3%

Simone Tebet (MDB) - 2,3%

Outros - 1,1%

Brancos e nulos - 5%

Não sabem - 7,8%

2º turno:

Lula (PT) - 50,1%

Bolsonaro (PL) - 38,8%

(Reportagem adicional de Fernando Cardoso)