Pão de Açúcar é condenado por vender imitações da Prada

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Fachada de uma loja Prada. (Foto: Lu Junming/VCG via Getty Images)
Fachada de uma loja Prada. (Foto: Lu Junming/VCG via Getty Images)
  • Supremo Tribunal de Justiça condenou CBD, que controla a rede Pão de Açúcar, a pagar uma multa de R$ 50 mil à Prada.

  • Multa referente a processo por venda de imitações

  • Produtos imitavam grife italiana.

A empresa CBD (Companhia Brasileira de Distribuição), que controla as redes Pão de Açúcar e Extra, será obrigada a pagar o valor de R$50 mil por danos morais à marca italiana Prada. A decisão foi anunciada pelo STJ, o Superior Tribunal de justiça.

Leia também:

As informações são de reportagem do jornal Folha de S.Paulo.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

O processo foi aberto depois que se descobriu que o Pão de Açúcar estava vendendo produtos, entre eles pentes e escovas de cabelo, que imitavam tradicional marca italiana.

A CBD não se pronunciou sobre o caso, e afirmou não comentar processos em andamento.

Segundo a reportagem, a CBD já havia sido condenada anteriormente a compensar a Prada por danos materiais. O valor da recisão representa, no máximo, 20% da receita obtida com a venda dos produtos-imitação.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube