Papa aceita renúncia de arcebispo de Belarus

Philip Pullella e Polina Ivanova
·1 minuto de leitura

Por Philip Pullella e Polina Ivanova

CIDADE DO VATICANO/MOSCOU (Reuters) - O Papa Francisco aceitou neste domingo a renúncia do chefe da Igreja Católica em Belarus, o arcebispo Tadeusz Kondrusiewicz, que passou um período em exílio no ano passado depois de enfurecer o presidente Alexander Lukashenko.

Kondrusiewicz completou 75 anos neste domingo, idade em que os bispos são obrigados a enviar cartas de renúncia ao papa, e ele então decide se aceita ou não.

É muito incomum para o papa aceitar a renúncia de um bispo precisamente no dia de seu 75º aniversário e ainda mais anunciá-la em um domingo.

A rapidez com que a renúncia foi aceita indica a possibilidade de que um acordo bom para ambos os lados tenha sido arranjado nas negociações entre o Vaticano e o governo de Belarus para garantir o retorno de Kondrusiewicz do exílio em dezembro, disse uma fonte diplomática em Roma.