Sobe para 20 o número de mortos em desabamento de edifício na Colômbia

(Atualiza número de mortos).

Bogotá, 29 abr (EFE).- As equipes de resgate localizaram e recuperaram neste sábado dois novos corpos que estavam sob os escombros de um edifício em construção que desabou na quinta-feira na cidade de Cartagena, na Colômbia, o que aumenta para 20 o número de mortos na tragédia.

Até o momento as autoridades conseguiram identificar 12 dos 20 falecidos e trabalham no reconhecimento dos oito corpos restantes, segundo indicou a prefeitura de Cartagena em sua conta no Twitter.

Além disso, as autoridades detalharam que já realizaram 95% da operação de remoção de escombros.

O desabamento do edifício Blas de Lezo II ocorreu nesta quinta-feira por volta das 11h30 (horário local, 13h30 de Brasília), quando os operários trabalhavam em sua construção.

A prefeitura programou para hoje uma missa para se despedir e homenagear os operários falecidos no acidente.

O prefeito de Cartagena, Manuel Vicente Duque, afirmou ontem em sua conta no Twitter que a empresa que realizava a obra não tinha licença de construção.

"Confirmado: Ilegais, falsos e irresponsáveis. Construtores faziam uso de licença falsa", disse o governante local.

A Procuradoria Geral da Nação da Colômbia abriu nesse mesmo dia uma investigação sobre Duque pelo desabamento do edifício.

O organismo de controle destacou em um comunicado que "ordena que em cinco dias sejam entregues as provas sobre os controles a esta obra que colapsou no bairro Blas de Lezo" e "pede ao governante que indique que ações tomou para evitar as construções ilegais em La Heroica". EFE