Papa cancela atividades do dia por dor no joelho, diz Vaticano

·1 min de leitura
Papa Francisco preside missa no Vaticano

CIDADE DO VATICANO (Reuters) - O papa Francisco cancelou abruptamente nesta terça-feira suas atividades do dia por causa de uma crise de dor no joelho, disse o Vaticano.

Um comunicado informou que seus médicos determinaram que ele descanse e não participe de uma reunião de um conselho internacional de cardeais que o aconselha sobre assuntos da Igreja.

Francisco normalmente fica sentado durante essa reunião, indicando que a última crise provavelmente foi particularmente séria.

O papa de 85 anos teve que reduzir os eventos nas últimas semanas por causa da dor no joelho direito.

Várias vezes durante o período da Páscoa, ele assistiu, mas não comandou as Missas na Basílica de São Pedro. Em cada caso, ele delegou a um arcebispo ou cardeal para rezar a missa enquanto ele estava sentado durante o serviço e também leu sua homilia sentado.

Ele suspendeu as atividades na sexta-feira passada para exames médicos no Vaticano, mas as retomou no fim de semana. Na segunda-feira ele realizou seis audiências privadas.

O papa tem em sua programação a audiência geral semanal para o público na quarta-feira.

(Reportagem de Philip Pullella)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos