Papa considera provas insuficientes para investigar cardeal canadense

Papa Francisco conversa com cardeal canadense Marc Ouellet no Vaticano

CIDADE DO VATICANO (Reuters) - O papa Francisco decidiu que não há provas suficientes para abrir uma investigação da Igreja sobre o cardeal canadense Marc Ouellet por alegações de agressão sexual, disse o Vaticano em comunicado nesta quinta-feira.

Ouellet teve o nome mencionado no início desta semana em uma ação coletiva contra a diocese católica de Quebec que alegava casos de agressão sexual por cerca de 88 padres e funcionários que trabalhavam na diocese a partir de 1940.

(Reportagem de Crispian Balmer)