Papa critica cultura do desperdício e pede mais solidariedade

Foto: AP Foto/Alik Keplicz

FERNANDA EZABELLA, ENVIADA ESPECIAL

VANCOUVER, CANADÁ (FOLHAPRESS) - O papa Francisco fez uma participação surpresa no TED, uma conferência sobre ideias em diversos campos de estudo, nesta terça-feira (25), num painel sobre "saúde, vida e amor" que reuniu outros cinco palestrantes, incluindo a tenista Serena Williams e o cirurgião Atul Gawande.

Em um vídeo pré-gravado, o papa enviou uma mensagem contra a cultura do desperdício, pedindo mais educação e solidariedade para colocar pessoas, e não produtos, no centro de nosso sistema econômico.

"Como seria maravilhoso se o crescimento em inovação tecnológica e científica acontecesse junto com o crescimento em igualdade e inclusão social", disse o papa em italiano, num discurso de 18 minutos, gravado em sua casa no Vaticano.

"Como seria maravilhoso se, enquanto descobrimos planetas longínquos, descobríssemos também os irmãos e irmãs que orbitam entre nós."

O TED, sigla para tecnologia, entretenimento e design, acontece em Vancouver até sexta-feira (28), com mais de 80 palestras e participação de 1.800 pessoas, incluindo um grande grupo de empresários de tecnologia e cientistas. O tema deste ano é "Você no Futuro", com uma forte presença de apresentações sobre inteligência artificial e robôs.

O papa observou que vivemos num momento em que "muitos acreditam que um futuro feliz é algo impossível de atingir" e que estas preocupações devem ser levadas muito a sério. "Elas podem ser superadas quando não trancamos as portas para o mundo lá fora", disse.

O papa lembrou que nasceu numa família de imigrantes e que seu pais e avós, assim como muitos outros italianos, se mudaram para a Argentina e enfrentaram o destino de muitos que se veem sem nada.

"Poderia muito bem ter acabado como estas pessoas que são hoje descartadas", disse. "Adoraria que este encontro de hoje pudesse nos lembrar que nós precisamos uns dos outros, nenhum de nós é uma ilha, um 'eu' independente ou autônomo, separado do outro. E que só podemos construir um futuro estando lado a lado, incluindo todo mundo."

O curador internacional do TED, Bruno Giussani, coordenou por mais de um ano a participação do papa no evento, com diversas viagens ao Vaticano.

"Foram muitas discussões. Quando primeiro procurei o Vaticano, é justo dizer que muitos não sabiam do que o TED se tratava. Tinha muito o que explicar", disse Giussani.

O discurso do papa no TED foi traduzido para 20 línguas e estará disponível ainda nesta terça-feira no site do evento, que reúne cerca de 2.400 palestras ("talks", em inglês), com mais de 6 bilhões de visualizações.