Papa envia fundos pessoais de ajuda ao Haiti, Bangladesh e Vietnã

·1 minuto de leitura
Papa Francisco no Vaticano

Por Philip Pullella

CIDADE DO VATICANO (Reuters) - O papa Francisco enviou mais de 350 mil euros em fundos de caridade à sua disposição pessoal como ajuda emergencial para o Haiti, Bangladesh e Vietnã, disse o Vaticano nesta terça-feira.

Um comunicado informou que 200 mil euros estavam indo para o Haiti para apoiar na recuperação do terremoto de 14 de agosto que matou mais de 2 mil pessoas.

Cerca de 70 mil dólares foram enviados a Bangldesh para continuar a assistência de recuperação do ciclone Yaas, que deixou dezenas de milhares de desabrigados em maio, e cerca de 100 mil euros para o Vietnã, onde o abastecimento de alimentos foi prejudicado pela pandemia de Covid-19.

O Vaticano disse que as quantias são contribuições iniciais e serão administradas por meio de suas embaixadas nos países.

Grande parte do dinheiro de caridade à disposição do papa vem de Peter's Pence, um fundo para o qual os católicos podem contribuir para causas gerais ou específicas.

O fundo subiu para 50 milhões de euros em 2020, de acordo com uma demonstração financeira consolidada divulgada no mês passado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos