Papa Francisco denuncia "escravidão" das mulheres

·1 minuto de leitura
O papa Francisco fala com fiéis após a audiência geral de quarta-feira no Vaticano (AFP/Tiziana FABI)

O papa Francisco criticou nesta quarta-feira (8) a condição das mulheres em relação aos homens, ao mencionar durante a audiência geral uma "escravidão" das mulheres, "que não têm as mesma oportunidades que os homens".

"Quantas vezes ouvimos expressões de desprezo às mulheres. Quantas vezes ouvimos 'mas não faça nada, é um assunto de mulher'", declarou o papa em seu discurso.

"Os homens e as mulheres têm, no entanto, a mesma dignidade, mas há na história, e ainda hoje, uma escravidão da mulher. As mulheres não têm as mesmas oportunidades que os homens", concluiu Francisco em seu comentário sobre a igualdade diante de Deus de todos os batizados na Igreja Católica.

ljm/pz/mab/zm/fp

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos