Papa Francisco homenageia Bento 16: 'Pessoa nobre, bondosa'

Em homenagem ao religioso, Francisco destacou que a bondade e a nobreza de Joseph Ratzinger foram um presente para a Igreja Católica

Papa Francisco (Foto: FILIPPO MONTEFORTE/AFP via Getty Images)
Papa Francisco (Foto: FILIPPO MONTEFORTE/AFP via Getty Images)

O papa Francisco comentou, na tarde deste sábado (31), a morte de seu antecessor imediato, o papa emérito Bento 16.

Em homenagem ao religioso, Francisco destacou que a bondade e a nobreza de Joseph Ratzinger foram um presente para a Igreja Católica. "É com emoção que recordamos sua pessoa, tão nobre, tão bondosa. E sentimos em nosso coração tanta gratidão; gratidão a Deus por tê-lo doado à Igreja e ao mundo", disse.

Bento 16 morreu aos 95 anos, em um mosteiro onde vivia no Vaticano. No último dia 28, Francisco já havia pedido orações, dizendo que seu antecessor estava muito doente. As últimas imagens conhecidas dele são de um evento da Fundação Ratzinger no dia 1º, em que ele aparece sentado, demonstrando fragilidade.

O Vaticano anunciou que o funeral será realizado no dia 5 de janeiro, em cerimônia presidida por Francisco na praça São Pedro. O corpo de Bento 16 deve ser exposto para as últimas homenagens dos fiéis a partir de segunda (2).

Bento renunciou em fevereiro de 2013, tornando- se o primeiro pontífice a deixar o cargo por conta própria desde Gregório 12, em 1415. Na ocasião, ele anunciou que não tinha mais força física e espiritual para administrar a Igreja Católica.

Já sob o título de papa emérito, após a renúncia, Bento passou a ocupar dependências modestas de um mosteiro nos terrenos do Vaticano, de onde saiu poucas vezes, como, a convite do papa Francisco, seu sucessor, para a missa de canonização de João Paulo 2º (1920-2005), a quem ele sucedera em 2005.